Servidor estudante pode ser obrigado a comprovar frequência nas aulas para ter horário especial

30/11/2017, 14h02

O servidor público que estuda poderá ter que comprovar a frequência nas aulas para ter direito a horário especial. É o que estabelece um projeto (PLS 397/2013) aprovado pelo Senado na quarta-feira (29), que segue para análise da Câmara dos Deputados. Segundo a relatora da matéria, senadora Ângela Portela (PDT–RR), a ideia é dar mais segurança para a administração pública e, ao mesmo tempo, proporcionar um maior aproveitamento nos estudos. Para Ângela Portela, o trabalhador não pode ser prejudicado. Ouça os detalhes no áudio da repórter da Rádio Senado, Rebeca Ligabue.



Opções: Download