Plenário aprova permissão para que agricultor use parte da terra como garantia de empréstimo

14/06/2017, 19h41 - ATUALIZADO EM 14/06/2017, 20h20

O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (14), o projeto que permite ao agricultor fracionar a propriedade rural para dar como garantia ao tomar um empréstimo (PLC 212/2015). De acordo com o texto, a parcela será submetida ao regime de afetação, um instrumento jurídico que autoriza a separação de parte do patrimônio para uma finalidade específica. A proposta também cria a Cédula Imobiliária Rural (CIR), um título de crédito que pode ser negociado na bolsa de valores. O relator da proposta, senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), disse que a intenção do projeto é facilitar o acesso ao crédito. Como sofreu modificações no Senado, o texto volta para análise da Câmara dos Deputados. Acompanhe a reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.



Opções: Download