Combate à falsificação de remédios deverá ser reforçado

16/03/2017, 08h28 - ATUALIZADO EM 16/03/2017, 08h54

O Plenário do Senado aprovou na quarta-feira (15) as alterações introduzidas pela Câmara dos Deputados em projeto de lei do senador Humberto Costa (PT-PE) que mantêm fechadas, até a conclusão das investigações, as empresas que forem flagradas vendendo produtos falsificados como remédios, cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumaria. Senadores avaliam, no entanto, que o comércio ilegal de remédios só será dificultado com a identificação digital dos lotes. O PLS 464/2011, modificado pela emenda da Câmara (ECD 2/2014), segue para a sanção presidencial. Reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download