Lindbergh: objetivo da indicação de Alexandre Moraes ao STF é deter Lava Jato

24/02/2017, 17h58 - ATUALIZADO EM 24/02/2017, 18h51

Em entrevista ao programa Senado em Revista, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) lamentou que o futuro ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, durante sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, não tenha se declarado impedido para julgar as ações da Operação Lava Jato pela proximidade com o PMDB e PSDB, citados nas investigações.  Em entrevista à repórter Hérica Christian, da Rádio Senado, o senador afirmou que a oposição vai mobilizar a sociedade contra as reformas propostas pelo presidente Michel Temer, em especial, as da Previdência e a da legislação trabalhista.



Opções: Download