Janaína Paschoal considera correta recusa de questões de ordem

25/08/2016, 13h44 - ATUALIZADO EM 13/09/2016, 22h13

A advogada de acusação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, Janaína Paschoal, considera correto o indeferimento, pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, das 10 questões de ordem apresentadas pelos senadores que se opõem à condenação da presidente. Em entrevista à repórter Hérica Christian, da Rádio Senado, a advogada diz que as solicitações não trouxeram novidades e foram apenas repetição de questões de ordem anteriores que já tinham sido rejeitadas.



Opções: Download