Senado lança campanha contra fake news

O Senado lança, nesta segunda-feira (10), uma campanha de esclarecimento sobre as chamadas fake news em todos os seus veículos. Com o slogan “Notícia falsa se combate com boa informação”, a iniciativa mostrará como reconhecer uma informação falsa sobre o Congresso Nacional, e como o cidadão pode ajudar a impedir que uma notícia inverídica se espalhe.

As peças publicitárias serão publicadas no portal de notícias e no Jornal do Senado, e veiculadas na Radio Senado e na TV Senado ao longo de suas programações. As redes sociais da Casa também divulgarão as peças. Todo o conteúdo terá perfil de serviço de utilidade pública, com dicas e sugestões. Nas primeiras peças, os próprios jornalistas do Senado fazem o chamamento à sociedade.

Para o presidente Davi Alcolumbre, a campanha é uma ferramenta a mais de gestão democrática. — Na guerra contra as notícias falsas, que são maldosamente criadas para confundir a opinião pública, o Senado está fazendo sua parte. Além de uma cobertura jornalística completa e imparcial, promove agora peças de utilidade pública, lembrando ao cidadão que ele conta com os veículos oficiais para acompanhar o que acontece na vida política brasileira e para não se deixar enganar.

Toda a estrutura de comunicação do Senado está mobilizada. Vale ressaltar que a campanha foi feita com os recursos da própria estrutura do Senado e, portanto, sem custos adicionais para o contribuinte. As peças da campanha insistirão na ideia de que o mais importante é nunca compartilhar uma informação sem ter certeza de que é verdadeira. E que os veículos e redes sociais do Congresso Nacional são fontes confiáveis para conferir notícias sobre projetos, votações, senadores e deputados. São eles:

Jornal do Senado

Portal Senado Notícias

Rádio Senado

TV Senado

twitter.com/SenadoFederal

twitter.com/RadioSenado

twitter.com/tvsenado

www.instagram.com/senadofederal

www.facebook.com/SenadoFederal

www.facebook.com/RadioSenado

www.facebook.com/TVSenado

Pesquisa Rápida
Matérias Legislativas

Pesquisa em todas informações que aparecem na página da matéria, como ementa, apelido, tramitação, descrição dos arquivos anexados, etc.


Exemplos de busca: PLS 50/1990, crimes hediondos, "rol dos crimes hediondos"

Assine a newsletter da Agência Senado
As principais notícias do Senado em boletins diários e semanais.