Investigação

Senado deve acompanhar fiscalização de empresas e órgãos públicos denunciados pela operação Carne Fraca

02:13Senado deve acompanhar fiscalização de empresas e órgãos públicos denunciados pela operação Carne Fraca

Transcrição LOC: O SENADO DEVE ACOMPANHAR A FISCALIZAÇÃO DAS EMPRESAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS DENUNCIADOS PELA OPERAÇÃO “CARNE FRACA”. LOC: O SENADOR ATAÍDES OLIVEIRA ANTECIPOU À RÁDIO SENADO QUE VAI PRESIDIR A COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO, QUE VAI PASSAR A TRATAR TAMBÉM DA DEFESA DO CONSUMIDOR, E QUE VAI DEBATER O ESCÂNDALO DOS FRIGORÍFICOS. REPÓRTER ROBERTO FRAGOSO. (Repórter) As denúncias da operação Carne Fraca, da Polícia Federal, de que frigoríficos maquiavam carne vencida com a adição de produtos químicos e subornavam fiscais para fazerem vista grossa repercutiram em todo o País e assustaram muitos consumidores. Alguns, como a pedagoga Léia Araújo Silva, decidiram mudar a dieta para garantir a origem dos alimentos. (Léia Araújo Silva) Eu mudei o meu cardápio. Nada de churrasco, nada de carne. Agora vou comprar apenas frango caipira e peixe. (Repórter) O senador Ataídes Oliveira, do PSDB do Tocantins, disse que o Senado tem o papel de tomar providências para combater esse tipo de fraude. Ele antecipou em entrevista à Rádio Senado que há um acordo para que ele assuma a presidência da Comissão de Transparência, que vai ainda passar a tratar de outras áreas ligadas à fiscalização, e já apresentou um pedido para debater o escândalo. (Ataídes Oliveira) A comissão de Transparência, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor ficará sobre a minha responsabilidade. Ontem eu pedi ao meu assessor pra jogar no sistema este requerimento, chamando Polícia Federal, Ministério Público, fiscal, associação dos consumidores. Nós temos que ouvir todo mundo, nós temos que penalizar quem tem culpa. (Repórter) Ataídes disse que o episódio causou graves prejuízos para a imagem do setor agrícola brasileiro, com reflexos na economia e no desemprego. Ele considera que a maior causa dos desvios é resultado da indicação de técnicos por políticos, prática que ele pretende eliminar, por meio de uma proibição expressa em lei. (Ataídes Oliveira) A razão dessa tragédia que aconteceu eu não tenho dúvida que terá o dedo de um político. Esses cargos técnicos federais nos estados como Funasa, Incra, Mapa, são indicados por políticos. Então, nós temos que vedar imediatamente essa história de políticos fazerem indicações, principalmente na área técnica. (Repórter) O senador acredita que a fiscalização será importante para mostrar que as irregularidades estão restritas a um grupo de empresas, e não todo o setor, além de garantir que o esquema não se repita.

O Senado deve acompanhar a fiscalização das empresas e órgãos públicos denunciados pela operação “Carne Fraca”. O senador Ataídes Oliveira (PSDB – ES) antecipou à Rádio Senado que vai presidir a Comissão de Transparência, Fiscalização, Controle e Defesa do Consumidor, e que vai debater o escândalo dos frigoríficos. Segundo o senador Ataídes,  o episódio causou graves prejuízos para a imagem do setor agrícola brasileiro, com reflexos na economia e no desemprego.

TÓPICOS: Operação Carne Fraca  Senador Ataídes Oliveira 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11