Anistia ao caixa dois 'não está na pauta', diz Eunício

Da Redação | 14/03/2017, 14h27 - ATUALIZADO EM 15/03/2017, 08h49

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, declarou nesta terça-feira (14) que a anistia a delitos ligados ao caixa dois em eleições "não está na pauta" da Casa. Ele se pronunciou ao ser questionado por jornalistas na saída de uma reunião com os líderes partidários.

Eunício foi convidado pelo presidente Michel Temer para reunião na quarta-feira (15) no Palácio do Planalto para tratar da criação de um novo modelo político-eleitoral para o país. Também foram convidados os presidentes do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, e da Câmara, Rodrigo Maia.

Questionado pela imprensa se a intenção da reunião é viabilizar no Congresso a aprovação de um mecanismo para descriminalizar o chamado caixa dois (recursos de doação não-contabilizada nas prestações de contas ao Tribunal Superior Eleitoral), Eunício respondeu que mudanças nas regras eleitorais para 2018 são necessárias.

— Todos nós sabemos que esse modelo eleitoral é um modelo velho, arcaico, que gerou diversos problemas. É necessário, neste momento de discussão e reformas que estamos tratando no Congresso, que a gente inclua essa pauta, que é a pauta da legislação eleitoral que temos que aprimorar para as eleições de 2018. Há vários debates com relação a isso. Mas neste momento não tem na pauta do Senado nem na pauta da discussão com o presidente Temer — disse Eunício.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)