Brasil tem mais de 22 milhões de desempregados, alerta Ataídes

Da Redação | 19/10/2016, 13h15 - ATUALIZADO EM 19/10/2016, 18h48

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) destacou, nesta quarta-feira (19), mudança na metodologia de cálculo da taxa de desemprego no Brasil, utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com os novos critérios, disse, o órgão concluiu que o número de desempregados, então estimado em 12 milhões, já passa de 22 milhões de trabalhadores. A nova metodologia inclui, além das pessoas desempregadas, trabalhadores subocupados e os inativos com potencial para trabalhar.

— Lamentavelmente, eu estava correto quando dizia que o Brasil tinha mais de 20 milhões de desempregados, mas poucas pessoas acreditaram em mim. Agora, o IBGE, depois dos ajustes, disse que no Brasil são 22 milhões e 700 mil trabalhadores sem emprego — ressaltou.

O senador manifestou confiança na aprovação, pelo Congresso, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, em análise na Câmara dos Deputados, que impõe teto para os gastos públicos. Para Ataídes, a medida é essencial para a retomada do crescimento econômico e para a geração de empregos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)