Atingidos pela cheia no RS precisam de ajuda, diz Paim

Da Redação e Da Rádio Senado | 13/10/2015, 16h05 - ATUALIZADO EM 13/10/2015, 16h28

O senador Paulo Paim (PT-RS) chamou a atenção em Plenário (13) para as chuvas que atingiram 56 municípios do Rio Grande do Sul, dos quais nove estão em situação de emergência.

Ele disse que 50 mil gaúchos estão enfrentando situação difícil e que os donativos de quem puder ajudar serão bem-vindos:

— Quem quiser ajudar os desabrigadas pode entregar os donativos na Central de Doações, no Centro Administrativo, que fica na rua Borges de Medeiros, 1.501, centro de Porto Alegre, ou entrar em contato pelo telefone (51) 328-8671. Segundo os organizadores desse movimento de salvação da nossa gente, precisa-se principalmente de alimentos não perecíveis, água potável, material de higiene e limpeza, colchões e cobertores.

Direitos dos trabalhadores

Paim também respondeu ao articulista Rodrigo Constantino, que questionou se são boas para o trabalhador as defesas das leis trabalhistas feitas por ele, classificando-as de populistas.

Para o senador, se defender direitos como seguro-desemprego, 13º salário, férias e tantos outros garantidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) é ser populista, então ele não tem o menor problema de ser assim chamado.


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senador Paulo Paim