Comissão mista aprova MP que restringe benefícios previdenciários

19/04/2017, 19h16 - ATUALIZADO EM 19/04/2017, 19h41

A Comissão Mista da Medida Provisória nº 767, de 2017 aprovou o relatório que restringe a concessão de benefícios previdenciários. A MP amplia o número de contribuições para que o segurado tenha direito a aposentadoria por invalidez, auxílio doença e salário-maternidade. O relator da MP, senador Pedro Chaves (PSC-MS), disse que a despesa do governo com auxílio doença em 2015 chegou a R$ 23 bilhões porque muitas pessoas recebem auxílios indevidos. A medida provisória também concede uma gratificação aos peritos médicos do INSS por perícia realizada. Aprovado na comissão mista, o texto segue agora para o exame dos Plenários da Câmara dos Deputados e depois do Senado Federal. A reportagem é Rebeca Ligabue, da Rádio Senado.



Opções: Download