'Definitivamente há deficit na Previdência', afirma diretor da IFI

07/03/2017, 10h05 - ATUALIZADO EM 08/03/2017, 17h41

Diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Scudeler Salto, em entrevista à Rádio Senado nesta terça-feira (7), afirmou que a reforma da Previdência pode amenizar a situação das contas do sistema de pagamento de aposentadorias e pensões. O segundo Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF) da instituição foi divulgado na segunda-feira (6) e aponta um deficit em torno de 4% do Produto Interno Bruto (PIB). "Definitivamente há deficit na Previdência", disse Felipe Salto, que considera a idade mínima de 65 anos para aposentadoria um dos pontos centrais da reforma. Segundo ele, a IFI estará à disposição para participar dos debates de uma eventual Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as contas da Previdência. O senador Paulo Paim (PT-RS) está coletando assinaturas para a criação da CPI. Ouça a entrevista de Felipe Salto ao jornalista Adriano Faria:



Opções: Download