Liberdade de Expressão

Atletas podem não vir a ser punidos por manifestação política

01:30Atletas podem não vir a ser punidos por manifestação política

Transcrição LOC: PROJETO PROÍBE QUE ATLETAS SEJAM PUNIDOS POR MANIFESTAÇÃO POLÍTICA LOC: PROPOSTA FOI APRESENTADA DEPOIS QUE CAROL SOLBERG FOI PUNIDA POR CRITICAR O GOVERNO EM ETAPA DO CIRCUITO DE VÔLEI DE PRAIA. O REPÓRTER PEDRO PINCER TEM OS DETALHES: TÉC: O senador Romário, do Podemos do Rio de Janeiro, apresentou um projeto de lei para incluir um artigo na Lei Pelé que prevê dar mais liberdade para os atletas se manifestarem durante as competições. A medida acontece após a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg ser advertida depois de gritar “Fora, Bolsonaro” durante uma etapa do circuito nacional. Ela foi enquadrada pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva em artigo que afirma que o jogador não pode expressar sua opinião pessoal ou informação que reflita críticas ou possa prejudicar a Confederação Brasileira de Vôlei. Segundo a proposta de Romário, nenhum atleta poderá ser punido com as penalidades previstas neste artigo ou enquadrado em qualquer infração disciplinar por manifestação de natureza política, a não ser que haja ofensa direta e expressa a um de seus participantes, patrocinadores ou organizadores. Carol Solberg elogiou a iniciativa e disse que pode ser um passo importante, especialmente para novos atletas. (Carol Solberg) Eu acho que seria muito incrível, acho que isso faria com que muitos aletas perdessem esse medo de se posicionar e acho que com isso influenciaria até nas próximas gerações, que já viriam sabendo que não poderiam sofrer nenhum tipo de sanção relacionada a isso, então acho que seria um super passo no esporte. A atleta levou multa de R$ 1 mil, transformada em advertência. Carol não aceitou a punição e está recorrendo. Da Rádio Senado, Pedro Pincer

O senador Romário (Podemos-RJ) apresentou um projeto de lei (PL 5004/2020) para incluir um artigo na Lei Pelé que proíbe punição aos atletas que se manifestarem politicamente durante as competições. A medida acontece após a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg ser advertida por gritar “Fora, Bolsonaro” durante uma etapa do circuito nacional. Ela elogiou a iniciativa e disse que pode ser um passo importante para que muitos atletas tenham liberdade de se posicionar. Ouça os detalhes na reportagem de Pedro Pincer, da Rádio Senado. 

TÓPICOS:
Esporte  Justiça  Podemos  Política  Rio de Janeiro  Senador Romário  Superior Tribunal de Justiça 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo