Convite

Ministro da Saúde virá ao Senado explicar fim do programa Mais Médicos

01:27Ministro da Saúde virá ao Senado explicar fim do programa Mais Médicos

Transcrição LOC: O MINISTRO DA SAÚDE, LUIZ HENRIQUE MANDETTA, DEVE ESCLARECER AOS SENADORES O ENCERRAMENTO DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS. LOC: O CONVITE COM ESTE OBJETIVO FOI APROVADO NESTA QUARTA-FEIRA PELA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS. A REPORTAGEM É DE GEORGE CARDIM. Téc: O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, deve esclarecer aos senadores da Comissão de Assuntos Sociais o encerramento do Mais Médicos e sua substituição por outro programa. O Governo Federal anunciou que não haverá mais editais de seleção para novos médicos mas assegurou que as vagas já ocupadas serão mantidas por até três anos, que é o tempo do contrato. O autor do pedido, senador Rogério Carvalho, do PT de Sergipe, lembrou que o Programa criado em 2013 era bem avaliado pela população e defendeu que a saída dos médicos cubanos no final do ano passado sem a substituição por outros profissionais prejudicou principalmente as regiões mais pobres e afastadas. (Rogério) “ Até hoje duas mil vagas do Programa Mais Médicos não foram preenchidas porque os candidatos se inscrevem e acabam não ficando nos lugares municípios mais distantes. E nós temos aí pelo menos mil municípios sem médicos no momento” (Rep) A audiência pública ainda deve debater o modelo de atenção básica para a saúde, o financiamento para a formação de novos médicos e o atendimento no Programa de Saúde da Família. A reunião ainda não tem data definida.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, deve esclarecer aos senadores da Comissão de Assuntos Sociais o encerramento do Mais médicos e sua substituição por outro programa. O Governo Federal já anunciou que não haverá mais editais de seleção para novos médicos, mas assegurou que as vagas já ocupadas serão mantidas por até três anos, que é o tempo do contrato. O autor do pedido, senador Rogério Carvalho (PT-SE), disse que o Programa criado em 2013 era bem avaliado pela população. Ele defendeu que a saída dos médicos cubanos no final do ano passado sem a substituição por outros profissionais prejudicou principalmente as regiões mais pobres e afastadas.

TÓPICOS:
Comissão de Assuntos Sociais  Família  Mais Médicos  Municípios  Programa Mais Médicos  PT  Saúde  Senador Rogério Carvalho  Sergipe  médicos cubanos  fim do Mais Médicos 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo