Eleições 2020

Campanha do TSE incentiva eleitores fora do grupo de risco da covid-19 a serem mesários

A campanha “Mesário Voluntário” do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende estimular as inscrições de eleitores para trabalharem como mesários nas eleições municipais deste ano. O público-alvo são pessoas fora do grupo de risco do novo coronavírus. Qualquer eleitor maior de 18 anos e com situação regular na Justiça Eleitoral poder ser escolhido para ser mesário, exceto os candidatos e seus parentes, até o segundo grau; membros de diretórios de partidos políticos que exerçam função executiva; autoridades; agentes policiais; servidores exercendo funções de confiança do Executivo e funcionários do serviço eleitoral não podem ser mesários.   Reportagem de Regina Pinheiro

21/08/2020, 16h29 - ATUALIZADO EM 21/08/2020, 16h29
Duração de áudio: 02:43
Mesário conferindo título de eleitor.
Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado / Arquivo

Transcrição
LOC: CAMPANHA “MESÁRIO VOLUNTÁRIO” ESTIMULA INSCRIÇÕES DE ELEITORES PARA TRABALHAREM NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DESTE ANO LOC: O PÚBLICO-ALVO SÃO PESSOAS FORA DO GRUPO DE RISCO DO NOVO CORONAVÍRUS. REPORTAGEM DE REGINA PINHEIRO TÉC: Todos nos sentimos inseguros neste momento. Com quem trabalha na eleições, não seria diferente. A Justiça Eleitoral tem a maior consideração por você, mesário voluntário. Vai oferecer toda a segurança para que você exerça essa função. Se você não faz parte do grupo de risco para o coronavírus, entre no site do Tribunal Regional Eleitoral do seu estado e veja como fazer a inscrição. (Rep) O recado é do médico Dráuzio Varella que participa da campanha “Mesário Voluntário” do Tribunal Superior Eleitoral. Para ser mesário, o eleitor deve ser maior de 18 anos e estar em situação regular na Justiça Eleitoral. Candidatos e seus parentes, até o segundo grau; membros de diretórios de partidos políticos que exerçam função executiva; autoridades, agentes policiais, funcionários exercendo funções de confiança do Executivo e funcionários do serviço eleitoral não podem ser mesários. O mesário não é remunerado, mas recebe auxílio-alimentação e tem direito a dois dias de folga para cada dia trabalhado na função. O mesário auxilia no processo de votação, compondo a mesa receptora de votos, coletando as assinaturas ou as impressões digitais. Ele deve garantir o sigilo do voto e a liberdade de escolha do eleitor, assegurando a legitimidade do processo eleitoral. Durante a Promulgação da Emenda Constitucional 107 de 2020, que adiou as eleições municipais deste ano em razão da pandemia, o presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre, ressaltou a importância do trabalho conjunto para diminuir o risco de contágio nas votações. (Davi) Organizar o dia da eleição em uma crise histórica de saúde pública não é tarefa fácil. 42 dias de adiamento dessas eleições municipais serão fundamentais para que o Tribunal Superior Eleitoral, a iniciativa privada, o Governo e o Congresso possam organizar os procedimentos para o dia das eleições. Estamos em contato com o Governo, iniciativa privada, para a doação dos EPIs de proteção para os brasileiros, mesários. (Rep) As inscrições para mesário também podem ser feitas pelo aplicativo e-Título ou no cartório eleitoral no qual o eleitor esteja inscrito. Mais informações estão disponíveis em tse.jus.br/mesario, sem acento no “a”. Da Rádio Senado, Regina Pinheiro

Ao vivo
00:0000:00