Senado terá comissão para acompanhar leilão e implantação do 5G no país — Rádio Senado
Telecomunicações

Senado terá comissão para acompanhar leilão e implantação do 5G no país

O Senado terá uma comissão para acompanhar o leilão e a implantação do 5G no país (REQ 2883/2020). De acordo com o senador Major Olímpio (PSL-SP), a tecnologia vai representar uma evolução nas telecomunicações do Brasil. As informações com o jornalista Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

11/12/2020, 13h44 - ATUALIZADO EM 11/12/2020, 13h44
Duração de áudio: 01:45
Foto: Stockphotos/direitos reservados

Transcrição
LOC: O SENADO TERÁ UMA COMISSÃO PARA ACOMPANHAR O LEILÃO E A IMPLANTAÇÃO DO 5G NO PAÍS. LOC: A NOVA TECNOLOGIA PROMETE VELOCIDADE ATÉ CEM VEZES MAIORES DE INTERNET, O QUE PODE PROMOVER O AVANÇO EM DIVERSOS SETORES. MAIS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER RODRIGO RESENDE: (Repórter) O 5G promete ultra velocidades, de até 10 Gigabits por segundo, o que permite a conexão praticamente automática com qualidade de milhares de dispositivos através da internet. Além disso, promete revolucionar as comunicações e o uso de tecnologia no país em áreas como transporte, medicina e segurança pública. Para a implantação do 5G, o governo federal vem debatendo como será o leilão para a infraestrutura e, posteriormente, como serão a legislação e a fiscalização do setor. Para acompanhar essas discussões, o Senado terá uma comissão composta por 12 senadores, 6 titulares e 6 suplentes. A ideia foi do senador Major Olímpio, do PSL de São Paulo. (Major Olímpio) A Câmara já tinha criado essa Comissão de acompanhamento. Vai ser fundamental, profícuo, e é o Senado quem tem que acompanhar todos os passos, para uma grande evolução nas telecomunicações no nosso País e no País como um todo. (Repórter) O senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, ressalta que a implantação do 5G possibilitará a execução de diversas políticas relacionadas à tecnologia já aprovadas pelo Congresso Nacional. (Izalci Lucas) A comissão para acompanhar o 5G, que é muito importante para o País. Nós, que votamos recentemente a Internet das Coisas, o Fust, estamos aguardando a votação na Câmara da questão do FNDCT. Então, são matérias importantes para o desenvolvimento do País (Repórter) Além dos senadores, a comissão terá representantes da Anatel, dos Ministérios das Comunicações e da Ciência e Tecnologia, do Ministério Público, além da sociedade civil e de instituição acadêmica.

Ao vivo
00:0000:00