Eleições 2020

57 cidades brasileiras escolhem prefeitos neste domingo

57 cidades brasileiras, entre elas 18 capitais, passam por um segundo turno de votação neste domingo (29) para definir os prefeitos para os próximos quatro anos. O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, reafirma a segurança do sistema eleitoral brasileiro. Mais informações com o repórter Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

26/11/2020, 11h49 - ATUALIZADO EM 26/11/2020, 12h20
Duração de áudio: 01:59
Foto: Arquivo/Agência Brasil

Transcrição
LOC: 57 CIDADES BRASILEIRAS VÃO DECIDIR, EM SEGUNDO TURNO, OS SEUS PREFEITOS PARA OS PRÓXIMOS QUATRO ANOS. LOC: PELO MENOS 38 MILHÕES DE ELEITORES ESTÃO APTOS PARA VOTAR. MAIS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER RODRIGO RESENDE: (Repórter) 57 cidades brasileiras passam por um segundo turno de votação neste domingo, 29 de novembro, para escolher os prefeitos para os próximos 4 anos. Pelo menos 38 milhões de eleitores estão aptos a votar. Nestas cidades, todas com mais de 200 mil eleitores, nenhum dos candidatos conseguiu a maioria absoluta de votos, pelo menos 50 por cento mais um, no dia 15 de novembro. O esquema de votação é o mesmo do primeiro turno, com os protocolos sanitários necessários para evitar a propagação do coronavírus, como o uso de álcool em gel, a não utilização de biometria e a permissão de entrada dos eleitores na seção apenas com máscaras. O Tribunal Superior Eleitoral espera que a totalização dos resultados aconteça de forma mais rápida que no primeiro turno, quando o supercomputador do tribunal que reunia os dados da votação travou e acabou atrasando a divulgação dos números em algumas horas. O presidente do TSE, ministro Luis Roberto Barroso, reafirmou sua confiança no sistema eleitoral brasileiro e na urna eletrônica: (Luis Roberto Barroso) O sistema eleitoral brasileiro funciona assim: ao início da votação produz-se uma impressão do que se chama a “zerésima”, é a impressão para demonstrar que não havia nenhum voto naquela urna. Ao final do dia se imprime o boletim daquela urna com o fiel resultado dos votos que ali foram depositados. (Repórter) Esse boletim da urna ao final do dia fica disponível para representantes dos partidos políticos e também tem uma cópia fixada do lado de fora da seção eleitoral para a conferência de qualquer cidadão. Para votar para prefeito o eleitor deve optar por um candidato e gravar na memória ou levar anotado o número de seu escolhido. Na urna é só digitar o número, formado por dois algarismos, e pressionar a tecla verde “Confirma” para concluir o voto.

Ao vivo
00:0000:00