Oito senadores já anunciaram pré-candidatura à Presidência do Senado — Rádio Senado
Eleição

Oito senadores já anunciaram pré-candidatura à Presidência do Senado

No Senado, a disputa pela presidência da Casa promete ser histórica. Até agora, pelo menos oito senadores apresentaram pré-candidatura. Maior bancada do Senado, o MDB decidiu que vai lançar um candidato, a ser escolhido na próxima quinta-feira. A eleição para o biênio 2019/2020 está marcada para esta sexta-feira.

29/01/2019, 18h52 - ATUALIZADO EM 29/01/2019, 19h17
Duração de áudio: 01:59
Jane de Araújo/Agência Senado

Transcrição
LOC: A DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA DO SENADO PROMETE SER ACIRRADA. PELOS MENOS OITO SENADORES DE DIFERENTES PARTIDOS JÁ ANUNCIARAMM QUE SÃO PRÉ-CANDIDATOS. LOC: DETENTOR DA MAIOR BANCADA NA CASA, O MDB SE REUNIU HOJE PARA DEFINIR UM NOME QUE REPRESENTARÁ O PARTIDO. OUÇA MAIS DETALHES NA REPORTAGEM DE PAULA GROBA. (Téc): No Senado, a disputa pela presidência da Casa promete ser histórica. Até agora, pelo menos oito senadores apresentaram pré-candidatura: Davi Alcolumbre, do Democratas do Amapá; Tasso Jereissatti, do PSDB do Ceará; Ângelo Coronel, do PSD da Bahia; Álvaro Dias, do Podemos do Paraná; Esperidião Amin, do PP de Santa Catarina; Reguffe, do Distrito Federal; Simone Tebet, de MDB de Mato Grosso do Sul; e Major Olímpio, do PSL de São Paulo. Olímpio que estreia no Senado, afirma que já se reuniu com os demais pré-candidatos até agora declarados, e que todos têm um ponto em comum: renovação. (Major Olímpio) Todos estão a favor de uma mudança do perfil da direção no Senado. Isso fica claro, nós não estamos fazendo campanha contra ninguém. Nós estamos fazendo a favor do Senado. (Repórter) Maior bancada do Senado, o MDB decidiu que vai lançar um candidato, a ser escolhido na próxima quinta-feira. E que candidaturas avulsas por membros do partido não serão aceitas, segundo explica o senador José Maranhão, da Paraíba. (José Maranhão) O PMDB tem candidato e não abrira mão da candidatura. Se tem candidatura própria não pode ter candidatura avulsa. (Repórter) Cotado como um dos nomes do MDB para presidir a Casa, o senador Renan Calheiros, do MDB de Alagoas, afirmou que vai aguardar a decisão do partido sobre quem será o candidato da legenda. Já a senadora Simone Tebet de Mato Grosso do Sul, confirmou que está na disputa para ser a candidata pelo partido. (Simone Tebet) Eu quero dizer que eu disputo pra valer dentro da bancada, pra ganhar ou pra perder como um processo democrático. Tradicionalmente, as maiores bancadas lançam candidatos para presidência e demais cargos da Comissão Diretora do Senado. Mas nada impede que senadores de outros partidos sejam eleitos pela maioria do Senado para presidir a Casa. A eleição para o biênio 2019/2020 está marcada para esta sexta-feira.

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00