Desinteresse do brasileiro em poupar dinheiro pode ser um risco, diz Cristovam — Rádio Senado

Desinteresse do brasileiro em poupar dinheiro pode ser um risco, diz Cristovam

LOC: A FALTA DE INTERESSE DA SOCIEDADE BRASILEIRA EM GUARDAR RECURSOS NA POUPANÇA PODE TRAZER CONSEQUÊNCIAS NO FUTURO.

LOC: O ALERTA FOI FEITO PELO SENADO CRISTOVAM BUARQUE NO PLENÁRIO DO SENADO NESTA SEXTA-FEIRA. A REPÓRTER É ANA BEATRIZ SANTOS. 

TÉC: O senador Cristovam Buarque, do PDT do Distrito Federal, chamou atenção para o baixo interesse da população brasileira em guardar dinheiro. Ele lembrou que o Brasil apresenta uma das mais baixas taxas de poupança em todo mundo e alertou que a falta de interesse em guardar dinheiro para o futuro vai causar impactos na economia. 

(Cristovam Buarque) Nosso país, nossa sociedade, nós todos, somos um país do consumo. Consumo é o presente, poupança é o futuro. Nós não gostamos do futuro. Se gostássemos poupávamos mais parte da renda nacional para investir. Para com isso gerar no futuro mais produtos aumento da produtividade e uma maior eficiência. 

(REPÓRTER) Para o senador, a preocupação com o futuro precisa partir do governo, ao incentivar investimentos na educação e na ciência e tecnologia para garantir o bem estar das gerações futuras, oferecer oportunidades e impedir o crescimento da violência. Segundo informações divulgadas pelo Banco Central, no mês de abril as retiradas da poupança superaram os depósitos em um bilhão e 270 milhões de reais. A última vez que as retiradas superaram os depósitos na poupança foi em fevereiro de 2012.
09/05/2014, 01h52 - ATUALIZADO EM 09/05/2014, 01h52
Duração de áudio: 01:19
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00