Oposição quer convocar ministra da Casa Civil para esclarecer denúncias — Rádio Senado

Oposição quer convocar ministra da Casa Civil para esclarecer denúncias

LOC: A OPOSIÇÃO QUER CONVOCAR A MINISTRA DA CASA CIVIL PARA ESCLARECER DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO. 

LOC: O SENADOR ÁLVARO DIAS, DO PSDB DO PARANÁ, APRESENTOU UM REQUERIMENTO COM ESSE OBJETIVO NA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA. 

TÉC: A convocação da ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, busca esclarecer denúncias publicadas na revista Veja que apontam a atuação do filho dela para intermediar a contratação de uma empresa aérea pelos Correios. Segundo a acusação, o empresário chegou a se encontrar com a ministra para viabilizar o negócio. Erenice Guerra nega as acusações e anunciou que vai processar a revista por calúnia. A Comissão de Ética da Presidência da República abriu uma investigação para apurar o caso. Álvaro Dias justificou que a convocação não é eleitoral e que há indícios de tráfico de influência no governo. O senador do PSDB do Paraná também anunciou que os partidos de oposição vão pedir para que a Procuradoria Geral da República investigue o caso. (Dias) Nosso interesse não é eleitoral, então não importa que seja antes ou depois da eleição. O importante é que a ministra venha depor no Senado. Nós vamos protocolar também junto ao procurador geral da República uma representação que pede a investigação. Uma investigação judiciária com o objetivo de chegar a responsabilização criminal. No caso de ministro é possível convocar. E este é um caso tão grave que é possível convocar e não convidar. (Cardim) Álvaro Dias explicou que se o requerimento for aprovado, a ministra deve ser ouvida após as eleições de 3 de outubro, já que o Congresso está em recesso branco devido às campanhas eleitorais. Um assessor da Casa Civil acusado pela reportagem da Veja de participar do suposto esquema para beneficiar empresas no governo pediu demissão do cargo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já manifestou que vai manter Erenice Guerra no cargo.
14/09/2010, 01h04 - ATUALIZADO EM 14/09/2010, 01h04
Duração de áudio: 01:48
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00