Sarney reúne-se com líderes partidários para definir pauta de votações — Rádio Senado

Sarney reúne-se com líderes partidários para definir pauta de votações

LOC: O PRESIDENTE DO SENADO, JOSÉ SARNEY, DEVERÁ SE REUNIR COM LIDERANÇAS PARTIDÁRIAS, NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA À TARDE, PARA DEFINIR A PAUTA DE VOTAÇÕES DO PRIMEIRO PERÍODO DE ESFORÇO CONCENTRADO, APÓS O RECESSO PARLAMENTAR. LOC: O ESFORÇO CONCENTRADO SE INICIA NA PRÓPRIA TERÇA-FEIRA E VAI ATÉ A QUINTA-FEIRA, DIA 5. CONFIRA AS PROPOSTAS QUE DEVEM FAZER PARTE DA AGENDA DE VOTAÇÕES DO PLENÁRIO NESTA REPORTAGEM DE ROGÉRIO DY LA FUENTE: O líder do governo no Senado, Romero Jucá, do PMDB de Roraima, acredita que será possível votar nessa primeira semana de esforço concentrado quatro medidas provisórias e, pelo menos, três propostas de emenda constitucional. A primeira emepê propõe a criação da Secretaria Especial de Saúde Indígena, na estrutura do Ministério da Saúde, para absorver funções que hoje estão sob responsabilidade da Fundação Nacional de Saúde. O senador Romero Jucá acredita que construir uma agenda de consenso para o esforço concentrado será relativamente fácil. (0730Jucá ¿ 17¿) ¿Nós vamos construir esse entendimento, já conversamos com diversos líderes, nós temos também embaixadores pra votar, autoridades de diversos órgãos pra votar e portanto esse entendimento com a oposição é importante, já que nós estamos num período eleitora, para que não contamine a disputa eleitoral o clima de votação e de harmonia do Senado¿. (ROGERIO) O líder oposicionista Arthur Virgílio, do PSDB do Amazonas, afirmou que vai participar ativamente na busca de um entendimento. (0730Virgílio ¿ 17¿) ¿Estamos dispostos sim e queremos uma semana produtiva. Queremos justificar a ideia de que hora de eleição é pra cuidar de eleição, mas nos esforços concentrados votar matérias de interesse do país. Temos toda boa vontade para com matérias que venham de todas as procedências, de todas as lideranças e a liderança do PSDB tem as suas sugestões a fazer e vai fazê-las.¿ (ROGERIO) Entre as propostas de emenda constitucional, a mais antiga eleva de 120 para 180 dias o período da licença maternidade. Outra PEC restaura a exigência de diploma de curso superior em Comunicação Social para exercício da profissão de jornalista. A terceira estende o prazo dos mesmos benefícios concedidos aos servidores que prestaram serviços ao ex-território de Rondônia aos servidores dos ex-territórios de Roraima e do Amapá.
30/07/2010, 06h49 - ATUALIZADO EM 30/07/2010, 06h49
Duração de áudio: 01:40
Ao vivo
00:0000:00