Diretriz

Responsabilidade social

O uso dos recursos materiais e humanos da Secom deve seguir o princípio da eficiência da administração pública.

 

A forma de trabalho da Secom e seus produtos devem ter como princípio o mínimo impacto ao meio ambiente.

 

Os produtos e serviços da Secom devem ter caráter laico.

 

A capacitação e o treinamento dos profissionais da Secom devem ser incentivados.

 

Devem ser mantidos e divulgados canais para receber sugestões dos profissionais da Secom que visem à melhoria das rotinas e do ambiente de trabalho.

 

A Secom deve evitar que os contratos e as parcerias a ela relacionados atendam interesses particulares, causem prejuízo à administração pública e desrespeitem os direitos ou comprometam as condições de trabalho dos funcionários terceirizados.

 

O uso da estrutura da Secom, como recursos humanos, equipamentos e instalações, deve estar em conformidade com os objetivos da secretaria.

 

A Secom deve promover e incentivar parcerias com outros sistemas de comunicação legislativa, em especial o da Câmara dos Deputados, com o objetivo de racionalizar o uso de recursos e possibilitar a troca de experiências.

 

A Secom deve definir orientações precisas para a atuação durante cada período eleitoral, estabelecendo como a legislação vigente deve ser adotada.

 

As áreas da Secom devem elaborar e divulgar periodicamente relatórios de produtividade que detalhem, de forma quantitativa e qualitativa, suas atividades.

Questões relacionadas a direitos autorais devem constar em guia de orientação próprio.

 

O conteúdo elaborado, veiculado e distribuído pela Secom deve ser produzido preferencialmente pela força de trabalho própria e com recursos da secretaria.

 

Na elaboração dos produtos, a Secom deve ter como meta atingir os diversos tipos de público, de acordo com os objetivos de comunicação. Para isso, deve adotar mecanismos que garantam a acessibilidade ao conteúdo, às instalações físicas e aos eventos produzidos.

 

As áreas da Secom não divulgam fotos, imagens, ilustrações ou áudios que exponham ao ridículo pessoa ou instituição e explorem ou distorçam características pessoais.