Política

Senadores avaliam que pronunciamento de Temer não foi convincente e defendem renúncia

01:58Senadores avaliam que pronunciamento de Temer não foi convincente e defendem renúncia

Transcrição LOC: SENADORES AVALIAM QUE PRONUNCIAMENTO DE TEMER NÃO FOI CONVINCENTE E MANTÊM DEFESA DA RENÚNCIA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA. LOC: ALIADOS DEFENDEM CAUTELA NOS JULGAMENTOS E DIZEM QUE OS INTERESSES DO PAÍS DEVEM SE SOBREPOR ÀS DISPUTAS POLÍTICAS. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. TÉC: Para o senador Paulo Paim do PT gaúcho, o pronunciamento de Michel Temer em que nega a denúncia de compra de silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha não foi convincente. O petista esperava a renúncia do presidente da República durante o anúncio feito à Nação após a divulgação das gravações. (Paim) Não convenceu ninguém e não trouxe nenhuma contraprova. Apenas disse todo aquilo que todo aquele acusado usa: vou negar até a morte. Acho que faltou para ele grandeza na verdade mediante a situação do país. Ele precisava ter tido coragem dizendo que renuncia em nome do povo brasileiro. REP: O líder do PSDB, senador Paulo Bauer, de Santa Catarina, repetiu o discurso de Temer ao afirmar que as denúncias serão investigadas e que o Brasil deve estar acima de tudo. (Bauer) Ouvimos a manifestação do presidente hoje e nós temos que acima de tudo preservar as instituições e fazer com que a vida do Brasil continue avançando e prosperando e prosseguindo. Aliás como vem acontecendo nesses últimos tempos. REP: Para o senador Cristovam Buarque do PPS do Distrito Federal, Michel Temer acabou admitindo o crime de prevaricação por não ter denunciado o pagamento da mesada pelo dono da JBS, Joesley Batista, para o ex-deputado Eduardo Cunha não fazer delação premiada. (Cristovam) Quando ele diz que só tomou conhecimento que esse empresário dava uma mesada ao Cunha naquele momento, ele prevaricou porque naquele momento tinha que ter chamado a Polícia Federal para dar voz de prisão em flagrante. Ele quis dizer para fala - está vendo eu não tenho nada a ver com isso, só tomei conhecimento. Mas tomou conhecimento e é muito grave. REP: Por meio de nota, o presidente do PP e senador Ciro Nogueira do Piauí, defendeu um rápido esclarecimento por parte da Justiça para que o País volte à normalidade. Disse ainda que o partido mantém o compromisso com o Brasil e com as políticas do governo Temer. Da RS, HC.

TÓPICOS:
Senador Ciro Nogueira  Presidente da República  PP  PT  Pronunciamento  PSDB  Piauí  Senador Cristovam Buarque  Senador Paulo Paim  PPS  Justiça  Santa Catarina  Michel Temer  Deputado Eduardo Cunha  Polícia Federal  Delação Premiada  Senador Paulo Bauer  Distrito Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11