ESTAMOS AO VIVO

Cidadania

06/06/2023

Reconhecimento facial em aeroportos deve garantir direito à proteção de dados pessoais

O reconhecimento facial em aeroportos brasileiros já é uma realidade. A tecnologia é criticada por quem considera que ela pode violar o direito à proteção de dados pessoais, à privacidade e à não discriminação. Empresas do setor aeroportuário alegam que a tecnologia diminui o tempo de espera dos passageiros e evita filas. O reconhecimento facial combina a coleta de imagens, dados biométricos, inteligência artificial e bancos de dados, os chamados bigdatas. Conheça riscos e vantagens da tecnologia com a pesquisadora da USP, Maria Cecília Gomes.