Vozes da Esperança: negros no Poder Judiciário — Rádio Senado
Reportagem Especial

Vozes da Esperança: negros no Poder Judiciário

 

Embora o Brasil seja um país de população majoritariamente negra, o meio judiciário não reflete com exatidão essa mesma proporção. A partir dessa constatação os jornalistas da Rádio Senado Maurício de Santi e Rodrigo Resende resgataram a história de negros que marcaram o nome na história da Justiça Brasileira e buscam discutir como é o panorama atual das relações atuais entre os profissionais do Direito.

Estas são algumas discussões da reportagem especial “Vozes da Esperança ”. Você vai conhecer, por exemplo, a história de Esperança Garcia, uma negra escravizada no século XVIII e que hoje é considerada uma das primeiras advogadas do Brasil. Saberá mais também sobre a história de Luiz Gama, negro, que foi vendido como escravo aos 10 anos pelo próprio pai, mas foi um dos maiores advogados abolicionistas do país.

Oura história contada na reportagem é a de Joaquim Barbosa, um dos poucos negros que chegou a ocupar uma das cadeiras do Supremo Tribunal Federal. Os jornalistas também estiveram presentes em um evento que discutiu a presença de negros entre os magistrados brasileiros e também na Universidade de Brasília, para conversar com estudantes negros de direito sobre o futuro.

11/11/2019, 10h41 - ATUALIZADO EM 03/12/2019, 21h46
Duração de áudio: 27:30
stockphotos/direitos reservados
27:30Vozes da Esperança: negros no Poder Judiciário
Esperança Garcia
05:30
Luiz Gama
05:30
Joaquim Barbosa
05:30
Profissionais negros de Direito
05:30
Estudantes negros de Direito
05:30
Ao vivo
00:0000:00