Vazamento de óleo

Senadores vão ao Nordeste acompanhar manchas de óleo

02:16Senadores vão ao Nordeste acompanhar manchas de óleo

Transcrição LOC: SENADORES VISITARAM NO FINAL DE SEMANA PRAIAS ATINGIDAS PELAS MANCHAS DE ÓLEO NO NORDESTE PARA ACOMPANHAR AS MANCHAS DE ÓLEO. LOC: A IDA A PERNAMBUCO E AO RIO GRANDE DO NORTE FOI A PRIMEIRA DILIGÊNCIA DA COMISSÃO EXTERNA CRIADA PARA INVESTIGAR O CASO. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA (Repórter) A comissão temporária externa criada para investigar os impactos do derramamento de óleo que já atingiu os nove estados do Nordeste fez a primeira diligência neste final de semana. Os senadores visitaram praias em Pernambuco e no Rio Grande do Norte. Segundo o relator da comissão, senador Jean Paul Prates, do PT do Rio Grande do Norte, não há indícios de novas manchas na região. (Jean Paul): Constatamos que aparentemente o pior passou, ou seja, a chegada do óleo parece ter cessado. Nós estivemos com o Centro da Mainha e ele nos asseguraram que há pelo menos dois ou três dias não vem chegando o óleo novo, que não estava na costa, o que está acontecendo agora são deslocamentos também da mancha de óleo que estava preso nos arrecifes encerramento nos mangues que está se deslocando e volta e meia aparece novos indícios em novas praias. (Repórter) No sábado, os senadores estiveram no Rio Grande do Norte, em reunião com o vice-governador do estado, Antenor Roberto, e representantes da Defesa Civil, do Instituto de Desenvolvimento e Meio Ambiente do estado. A senadora Zenaide Maia, do Democratas do Rio Grande do Norte, também participou da visita, que teve início na praia de Barra de Tabatinga no Município de Nísia Floresta. Em Pernambuco, também participaram os senadores Humberto Costa, do PT do estado, e Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade do Amapá. Eles estiveram na Capitania dos Portos e na praia de Itapuama. Segundo Jean Paul Prates, a orientação do governo pernambucano é de que os voluntários permaneçam de prontidão. (Jean Paul): Pernambuco vimos praias que foram muito afetadas, pesadamente afetadas. A ação do Governo do Estado preventiva foi no sentido de treinar os voluntários para que eles estejam ainda de prontidão. Então nossos órgãos ambientais estão trabalhando para que as pessoas estejam preparadas para acudir qualquer emergência mais séria, mas por enquanto a equipe tem dado conta. (Repórter) A Comissão terá 180 dias de trabalho para acompanhar as ações do Governo e apurar responsabilidades. Na última semana, fragmentos de óleo foram encontrados no Espírito Santo, a primeira vez no Sudeste.

A Comissão Temporária Externa do Senado Federal que investiga o derramamento de óleo na costa brasileira realizou a primeira diligência neste final de semana. No sábado, os senadores estiveram em Pernambuco e no domingo, no Rio Grande do Norte. Segundo o relator da comissão, senador Jan Paul Prates (PT-RN), a Marinha garante não haver indícios de novas manchas, mas deslocamentos do óleo já derramado. A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Amapá  Defesa Civil  Desenvolvimento  Espírito Santo  Estados  Meio Ambiente  Pernambuco  Portos  PT  Rede  Rede Sustentabilidade  Rio Grande do Norte  Senador Humberto Costa  Senador Jean Paul Prates  Senador Randolfe Rodrigues  Senadora Zenaide Maia  Sustentabilidade  Trabalho  Senado Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo