Votações

Relator deve acatar apenas uma emenda antes do 2º turno da reforma da Previdência

01:56Relator deve acatar apenas uma emenda antes do 2º turno da reforma da Previdência

Transcrição LOC: RELATOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA DEVERÁ ACATAR UMA EMENDA DE REDAÇÃO QUE NÃO COMPROMETE O MÉRITO DA PROPOSTA. LOC: NO PLENÁRIO, A OPOSIÇÃO VAI INSISTIR NA RETIRADA DE TRECHOS DO PROJETO. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: Antes de ser votada em segundo turno pelo Plenário do Senado, a Reforma da Previdência será novamente discutida na Comissão de Constituição e Justiça. Das 11 emendas de redação apresentadas, o relator, senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, deverá acatar uma do líder do governo para deixar claro que as regras gerais não dependem da aprovação das assembleias estaduais para entrarem em vigor. Segundo ele, não haverá qualquer outra mudança na proposta. (Tasso) Na principal não. Nós vamos ler na terça-feira de manhã aqui na CCJ. E tudo correndo bem aqui na CCJ, de tarde nós vamos votar no Plenário. REP: O líder do PT, senador Humberto Costa, de Pernambuco, afirmou que a oposição insistirá em Plenário na retirada de trechos da Reforma, a exemplo do que ocorreu com o pagamento do abono salarial na votação em primeiro turno. (H.Costa) Vamos apresentar nossos destaques e emendas. E vamos tentar minimizar mais uma vez os prejuízos que essa Reforma produziu e está produzindo. REP: Já a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, ponderou que mudanças consensuais na Reforma da Previdência serão encaminhadas para a chamada PEC Paralela. (Simone) Eu não acredito mais em mudanças na PEC principal. A PEC Paralela sim porque é ali que nós vamos poder aparar algumas arestas, tirar alguns excessos. Mas são mudanças tudo dentro de um processo que não desidratam a Reforma da Previdência. REP: Depois da CCJ, a Reforma da Previdência será votada em segundo turno pelo Plenário para então ser promulgada. Já a PEC Paralela terá o relatório apresentado na quarta-feira na Comissão. Da Rádio Senado, Hérica Christian PEC 06/2019

O relator da Reforma da Previdência, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), deverá acatar apenas uma das 11 emendas de redação apresentadas antes da votação em segundo turno. Trata-se de uma que deixará claro que as novas regras não dependem de aprovação das assembleias estaduais para entrarem em vigor. O líder do PT, senador Humberto Costa (PE), disse que a oposição tentará retirar trechos da Reforma durante a votação em Plenário. Já a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Simone Tebet (MDB-MS), confirmou para quarta-feira a apresentação do relatório final da PEC Paralela. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
CCJ  CE  Ceará  Constituição  Justiça  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  MDB  Oposição  Pernambuco  Plenário do Senado  Previdência  PSDB  PT  Reforma da Previdência  Senador Humberto Costa  Senador Tasso Jereissati  Senadora Simone Tebet 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo