Zilda Arns

Prêmio do Senado reconhece ações pela proteção da criança e adolescente

02:37Prêmio do Senado reconhece ações pela proteção da criança e adolescente

Transcrição LOC: O SENADO PREMIOU NOVE PESSOAS E ENTIDADES QUE DESENVOLVERAM AÇÕES A FAVOR DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES. LOC: A PREMIAÇÃO LEVA O NOME DA PEDIATRA CATARINENSE ZILDA ARNS, FUNDADORA DA PASTORAL DA CRIANÇA, QUE MORREU EM 2010 VÍTIMA DE UM TERREMOTO NO HAITI. REPÓRTER MARCO ANTONIO REIS. TÉC: Zilda Arns Neumann nasceu no município catarinense de Forquilinha, em 1934. Médica pediatra e sanitarista foi uma das fundadoras da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica. Zilda Arns levou uma vida dedicada a atividades relacionadas com a proteção dos menores. Ela morreu em 2010, vítima de um terremoto, quando visitava Porto Príncipe, capital do Haiti. Em 2017, o Senado decidiu homenageá-la, criando a Comenda Zilda Arns, como reconhecimento a pessoas e instituições que tenham prestado trabalho relevante em defesa da infância e da adolescência. Este ano, o comitê responsável pela escolha foi presidido pelo senador Veneziano Vital do Rego, do PSB da Paraíba. O parlamentar ressaltou o exemplo de Zilda Arns. (Veneziano Vital) O Senado Federal reconheceu o relevo e o significado do trabalho realizado por essa notável brasileira que com determinação ousadia e espírito público dedicou a sua vida em prol das crianças dos adolescentes e dos idosos. (REP) Sobrinho de Zilda Arns, o senador Flavio Arns, da Rede Sustentabilidade do Paraná, também comentou o legado da pediatra. (Arns) E hoje ainda a Pastoral da Criança acompanha quase 1 milhão de crianças no Brasil, com 160 mil voluntários. Imaginem em 36 anos, porque tudo começou lá em 1983, em Florestópolis no Paraná. (REP) Uma das premiadas foi a diretora do Instituto Guga Kuerten, que acolhe pessoas deficientes. Mãe do ex-tenista, Alice Kuerten disse que é preciso criar uma rede de solidariedade no Brasil. (Alice) Se cada um de nós fizer apenas a sua parte junto a sua família, junto a sua comunidade, nós já estamos fazendo muito. Essa rede de solidariedade que a D. Zilda Arns nos mostrou que é possível começou assim, com duas pessoas. Começa-se de um para o outro. Então, que nós sejamos grandes propulsores dessa mola de solidariedade. É isso que eu queria deixar. (REP) Além de Alice Kuerten, receberam a medalha Zilda Arns o líder espírita Divaldo Franco, a médica Evanguelia Atherino, que trabalha com recém-nascidos, o promotor da infância José Antonio Borges, a odontopediatra Tania Garib, a Associação de Diabetes Infantil de Belo Horizonte, a Casa Azul Felipe Augusto, do Distrito Federal, a Catedral Nossa Senhora da Conceição de Campina Grande e o Núcleo de Amparo ao Menor, do Rio Grande do Norte.

O Senado premiou nove pessoas e instituições por ações dedicadas à infância e à adolescência com a Comenda Zilda Arns. O Prêmio é uma homenagem ao exemplo da pediatra e sanitarista fundadora da Pastoral da Criança que morreu em 2010. A reportagem é de Marco Reis, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Adolescentes  Distrito Federal  Família  Homenagem  Idosos  Infância  Menores  Paraíba  Paraná  PSB  Rede  Rede Sustentabilidade  Rio Grande do Norte  Senado Federal  Solidariedade  Sustentabilidade  Trabalho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo