Audiência pública

CDH debate aumento violência contra as mulheres por ex-parceiros

01:36CDH debate aumento violência contra as mulheres por ex-parceiros

Transcrição LOC: EX-PARCEIROS SÃO CADA VEZ MAIS RESPONSÁVEIS POR PRATICAR VIOLÊNCIA CONTRAS AS MULHERES NO BRASIL. LOC: PARA O SENADOR PAULO PAIM, PRESIDENTE DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS, É NECESSÁRIO QUE AS MULHERES TENHAM CONDIÇÃO DE DENUNCIAR E SE SENTIREM PROTEGIDAS. AS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER RODRIGO RESENDE: (Joana Darc) Eu principalmente é muito difícil para mim é um exemplo de superação estar hoje aqui falando sobre esse tema porque eu também fui vítima principalmente de violência moral e psicológica é um exemplo para mim superação conseguir estar aqui falar e dar o meu testemunho (Repórter) Essa é a advogada Joana Darc, vítima de violência. Ao participar de uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado, Joana lamentou que muitas mulheres ainda não denunciem suas situações de violência em função do medo, da dependência financeira e da falta de proteção pelo estado. O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, presidente da comissão, afirmou que essa situação precisa mudar: (Paulo Paim) Foi aqui, me permita que eu diga isso, corajosa! Deu um depoimento próprio, da vida dela, mostrando que não podemos calar, não podemos calar (Repórter) Roberta Viegas, consultora legislativa e membro do Comitê pela Promoção da Igualdade de Gênero e Raça do Senado Federal, destacou que o número de crimes cometidos contra as mulheres por ex-parceiros vem aumentando: (Roberta Viegas) Então o número de mulheres mortas por ex-parceiros está aumentando muito. Semana passada noticiou 33% de aumento de mulheres mortas por ex-parceiros, a mulher efetivamente se separa lá, tenta dar um fim ao ciclo de violência, mas ela não é protegida depois disso. Ela fica até mais vulnerável porque o homem... o grau de violência aumenta ainda mais (Repórter) A última edição do Atlas da Violência, com dados de 2017, mostra que aconteceram, em média, 13 assassinatos de mulheres por dia. Para denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher, você pode ligar para o número 180. A denúncia é recebida de forma anônima.

Ex-parceiros e homens com relações próximas geralmente são os maiores responsáveis por crimes contra às mulheres. Esse foi um dos temas debatidos em audiência da Comissão de Direitos Humanos (CDH) Para o senador Paulo Paim (PT-RS) não é possível se calar diante do aumento da violência contra as mulheres. Mais informações na reportagem de Rodrigo Resende, da Rádio Senado

TÓPICOS:
Direitos Humanos  Gênero  Podemos  PT  Rio Grande do Sul  Senado Federal  Senador Paulo Paim  Violência  Violência Contra a Mulher  CDH 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo