Balanço 2017

Combate ao trabalho infantil foi um dos destaques da Comissão de Educação em 2017

02:06Combate ao trabalho infantil foi um dos destaques da Comissão de Educação em 2017

Transcrição LOC: EM 2017, A COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DO SENADO FOI PALCO DO LANÇAMENTO DE UMA INICIATIVA GLOBAL CONTRA O TRABALHO INFANTIL E A EXCLUSÃO ESCOLAR. LOC: A CAMPANHA “CEM MILHÕES POR CEM MILHÕES” TROUXE AO SENADO O NOBEL DA PAZ, KAILASH SATYARTHI, COMO NOS LEMBRA A REPÓRTER MARCELA DINIZ. (TÉC): A “Semana de Ação Mundial 2017” e a iniciativa global “100 milhões por 100 milhões”, contra a exclusão escolar e o trabalho infantil foram lançadas em audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado no dia 13 de junho, um dia depois do “Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil”. A data foi instituída por um projeto de autoria de Lúcia Vânia, do PSB de Goiás, que hoje é a presidente da comissão. A senadora mostrou preocupação com a crise econômica que obriga crianças a trabalharem para ajudar suas famílias. (Lúcia Vânia) Apesar da maior proteção social existente hoje no Brasil, o incremento atual verificado na participação de crianças mais jovens no mercado de trabalho agrícola pode ter como uma das causas a crise econômica sem precedentes que atinge o país. (Repórter) O idealizador da campanha “100 milhões por 100 milhões” é um dos ganhadores do Nobel da Paz de 2014, o indiano Kailash Satyarthi. Para ele, há um ciclo que precisa ser quebrado. (Kailash) Existem fortes evidências e dados que provam um paradigma triangular, uma relação triangular entre pobreza, trabalho infantil e analfabetismo. Eles são causa e consequência uns dos outros. (Repórter) No Brasil, a Campanha é coordenada por Daniel Cara, que demonstrou preocupação com os cortes em programas educacionais importantes no combate ao trabalho infantil, como os relativos à educação nas zonas rurais. (Daniel). Nós fechamos no Brasil 40 mil escolas no campo, o que demonstra um retrocesso enorme em termos de garantia do direito à educação. (Repórter) De acordo com o Mapa 2017, da Rede Peteca, o Brasil ainda tem dois milhões e setecentos mil meninos e meninas em situação de trabalho infantil. 31% acontece em meio rural, com a exploração da mão-de-obra de crianças a partir dos 5 anos de idade.

Em 2017, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE) foi palco do lançamento de uma iniciativa global contra o trabalho infantil e a exclusão escolar. A campanha “cem milhões por cem milhões” trouxe ao Senado o ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2014, o indiano Kailash Satyarthi. A campanha foi lançada no dia 13 de junho, um dia depois do “Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil”. A data foi instituída através de projeto da senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), atual presidente da Comissão de Educação.

TÓPICOS:
Analfabetismo  Comissão de Educação, Cultura e Esporte  Crise econômica  Cultura  Educação  Escolas  Esporte  Pobreza  Rede  Trabalho  Trabalho Infantil 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo