Democracia é considerada melhor forma de governo para maioria dos brasileiros — Rádio Senado
DataSenado

Democracia é considerada melhor forma de governo para maioria dos brasileiros

A Pesquisa Panorama Político do Instituto DataSenado mostra que a maioria dos brasileiros acredita que a democracia é a melhor forma de governo. 69% dos entrevistados consideram que facilitar a posse de armas não aumenta a segurança. O levantamento revelou que as chamadas Fake News são divulgadas em grande parte por pessoas próximas. Pelo menos, 7 de cada 10 pessoas utilizam frequentemente as redes sociais.

11/03/2022, 12h07 - ATUALIZADO EM 11/03/2022, 21h12
Duração de áudio: 02:13
Getty Images/iStockphoto/direitos reservados

Transcrição
A MAIORIA DOS BRASILEIROS CONSIDERA QUE A DEMOCRACIA É A MELHOR FORMA DE GOVERNO E ADMITE QUE AMIGOS E FAMILIARES SÃO AS MAIORES FONTES DE FAKE NEWS. OS DADOS ESTÃO NA PESQUISA "PANORAMA POLÍTICO 2022" DO INSTITUTO DATASENADO. REPÓRTER RODRIGO RESENDE. A pesquisa Panorama Político 2022, feita pelo DataSenado, mostra que 67% dos entrevistados acreditam que a democracia é a melhor forma de governo. 69% consideram que facilitar a posse de armas não aumenta a segurança. O levantamento mostra que a TV ainda é principal meio de informação sobre política com 37%, seguida das redes sociais com 24% e de páginas específicas da internet com 23%. Uma das colaboradoras da pesquisa, Marisa von Bülow, professora do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília, destacou  que a população está mais atenta às Fake News, embora muitas notícias mentirosas sejam compartilhadas por pessoas próximas.  É que a principal fonte de acordo com a pesquisa são amigos e familiares. E isso também mudou da pesquisa de 2018 pra cá. Mas a pesquisa desse ponto de vista mostra que as pessoas estão aprendendo a ter mais filtros. Estão mais questionadoras, estão mais críticas. Então o fundamental é checar, checar e checar. Ainda de acordo com os dados, 72% dos entrevistados afirmaram que nos últimos 6 meses desconfiram ter recebido alguma notícia falsa. Desses, 73% indicaram como fonte amigos e familiares. O levantamento mostra que 7 a cada 10 pessoas disseram que usam as redes sociais frequentemente e 14% seguem algum senador nas redes sociais. Elga Lopes, diretora do DataSenado, ressalta que é possível fazer estudos e comparações com pesquisas passadas que trataram do mesmo tema. No site do DataSenado. Nós inauguramos um painel interativo, ou seja, o cidadão que quiser ler a pesquisa pode inclusive cruzar dados, comparar com dados antigos está tudo aí disponibilizado. O DataSenado entrevistou por telefone 5850 pessoas com mais de 16 anos. A pesquisa completa está disponível no endereço senado.leg.br/datasenado. Da Rádio Senado, Rodrigo Resende.

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00