Senador sugere criação de frente parlamentar mista antirracismo — Rádio Senado
Combate ao Racismo

Senador sugere criação de frente parlamentar mista antirracismo

O Congresso Nacional pode criar a criação da Frente Parlamentar Mista Antirracismo. A sugestão é do senador Paulo Paim (PT-RS), que prevê que a instalação ocorra no início do ano que vem. Mais informações com o repórter Pedro Pincer.

08/12/2020, 21h15 - ATUALIZADO EM 08/12/2020, 21h15
Duração de áudio: 01:48
Sessão Deliberativa Remota (SDR) do Senado Federal realizada a partir da sala de controle da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen). Ordem do dia. 

Na pauta, o Projeto de Lei de Conversão (PLV) 41/2020, que institui o Programa Casa Verde e Amarela e o PLP 33/2020, que institui o Marco Legal do Reempreendedorismo.

Em pronunciamento via videoconferência, senador Paulo Paim (PT-RS).

Vice-presidente do Senado Federal, senador Antonio Anastasia (PSD-MG), conduz sessão. 

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Foto: Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Transcrição
LOC: FRENTE PARLAMENTAR MISTA ANTIRRACISMO PODE SER CRIADA NO CONGRESSO. LOC: OBJETIVO É DEBATER A RESPEITO DE POLÍTICAS PÚBLICAS E MEDIDAS QUE COLOQUEM A IGUALDADE RACIAL PREVISTA NA CONSTITUIÇÃO EM PRÁTICA. O REPÓRTER PEDRO PINCER TEM OS DETALHES : TÉC: O Congresso Nacional pode criar a Frente Parlamentar Mista Antirracismo. A intenção é juntar deputados e senadores em favor de uma pauta que combata o racismo no país. A sugestão é de Paulo Paim, do PT gaúcho, que prevê que a instalação ocorra no início do ano que vem. O senador ressalta que a atuação do Congresso Nacional é importante para dar tratamento digno a todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade ou quaisquer outras formas de discriminação. Ele afirma que a educação será uma das prioridades da frente. (Paulo Paim) Para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática história e cultura afro-brasileira e indígena. Mercado de trabalho, moradia, enfrentamento à violência nas suas mais variadas formas, na cultura, no esporte, no lazer, buscando estrutura para que todos possam viver com dignidade (Rep) Paim elogiou os jogadores do Paris Saint Germain, da França, e do Istambul Basakhsekhir, da Turquia, que se retiraram do campo, em Paris, em um jogo da Champions League, depois de um atleta e um membro da comissão técnica terem sofrido ofensas racistas por parte de um integrante da arbitragem. (Paulo Paim) Um ato histórico, lá em Paris, mostrando que o mundo está caminhando rapidamente na linha do combate ao racismo e ao preconceito, e o Senado da República, tenho certeza, já demonstrou e mostrará essa semana que está na mesma caminhada. Juntos, brancos e negros, índios, contra o racismo!. (REP): O senador pretende que a frente seja instalada em 21 de março de 2021, Dia Internacional contra a Discriminação Racial. Da Rádio Senado, Pedro Pincer.

Ao vivo
00:0000:00