Eleições 2020

Resultados das eleições nas regiões Sul e Sudeste

Na região Sudeste, apenas Belo Horizonte não teve eleições no segundo turno. Em São Paulo, Bruno Covas (PSDB) venceu Guilherme Boulos (PSOL) por 19 pontos percentuais. No Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) foi eleito com 64% dos votos, derrotando o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos). Em Vitória, Delegado Pazolini recebeu 58,5% dos votos contra 41,5% de João Coser (PT). Em Porto Alegre, única capital da região sul a realizar o segundo turno, venceu Sebastião Melo (MDB) que concorria contra Manuela D’Ávila (PCdoB). A reportagem é de Marcella Cunha.

Notícias relacionadas

16 partidos elegem prefeitos no segundo turno

29/11/2020, 21h47 - ATUALIZADO EM 30/11/2020, 09h37
Duração de áudio: 02:47

Transcrição
LOC: COVAS É REELEITO PREFEITO DE SÃO PAULO. NO RIO DE JANEIRO, VENCEU EDUARDO PAES, E EM VITÓRIA, O DELEGADO PAZOLINI. LOC: NA REGIÃO SUL, PORTO ALEGRE ELEGEU SEBASTIÃO MELO PARA OS PRÓXIMOS QUATRO ANOS. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA TÉC (1129C02 - Marcella Eleições Sul e Sudeste T: 2’40’’ ) Bruno Covas, do PSDB, foi reeleito prefeito de São Paulo neste domingo. Covas recebeu 59% dos votos válidos, vencendo Guilherme Boulos, do PSOL, por uma diferença de 19 pontos. Em seu discurso, Covas disse a vitória representa um sim à moderação, à ciência e ao equilíbrio. (Covas) O rumo está dado. Nós temos que combater as desigualdades. Temos que combater o coronavírus. Nós temos que investir em saúde e educação e nós temos que fazer da nossa gestão um mantra na busca de emprego, emprego, emprego e oportunidades. (REP) No Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do Democratas venceu Marcelo Crivella, do Republicanos, que tentava a reeleição. Paes, que foi prefeito da cidade entre 2009 e 2016, recebeu mais de 64% dos votos e levou todas as 49 zonas eleitorais do Rio de Janeiro. Para o novo prefeito, os 28 pontos de diferença para Crivella são uma demonstração de que os cariocas apoiam a diversidade. (Paes) Um não muito contundente a esse Governo reacionário que tomou conta da nossa cidade nos últimos quatro anos. Que foi ruim na gestão, piorou a vida das pessoas e olhou a cidade com muito preconceito. Estou mais maduro, mais experiente, mais preparado, conheço mais os desafios dessa cidade e partir de hoje vamos fazer o Rio dar certo. (REP) Em Vitória, o Delegado Pazolini, do Republicanos, recebeu 58% dos votos válidos, vencendo o candidato do PT e ex-prefeito da cidade, João Coser. Pazolini é um dos novos nomes da política e concorreu à sua primeira eleição em 2018 como deputado estadual. Já em Belo Horizonte não houve votação em segundo turno, já que o atual prefeito Alexandre Kalil, do PSD, foi reeleito no último dia 15. Na região Sul, apenas em Porto Alegre houve disputa de segundo turno. O emedebista Sebastião Melo venceu a candidata Manuela D’Ávila, do PC do B, com 54% dos votos, e agradeceu aos voluntários pelo sucesso da campanha. (Melo) Quero começar agradecendo os milhares de voluntários que se somaram a esta campanha porque foi a campanha do tostão contra o milhão. Tinha dia que não tinha dinheiro para fazer bandeira. Mas as ideias vencera o poderio financeiro. (REP) Em Curitiba e Florianópolis, houve reeleição dos atuais prefeitos no primeiro turno. A capital do Paraná elegeu Rafael Greca e a de Santa Catarina, Gean Loureiro, ambos do Democratas. Da Rádio Senado, Marcella Cunha

Ao vivo
00:0000:00