Eleições 2020

Regras sanitárias para prevenção à covid-19 são mantidas no segundo turno das eleições municipais

Regras e medidas sanitárias adotadas pelo TSE para o primeiro turno das eleições municipais de 2020 continuam valendo para o segundo turno, que acontecerá no dia 29 de novembro. Será mantida a obrigatoriedade do uso de máscara, a recomendação para que cada eleitor leve sua própria caneta e a suspensão da identificação biométrica, por exemplo. Além disso, o TSE recomenda ainda que os eleitores ou mesários que apresentarem sintomas ou que testarem positivo para covid-19 nos 14 dias anteriores ao dia de votação, permaneçam em casa e justifiquem a ausência posteriormente. A reportagem é de Lara Kinue.

25/11/2020, 18h19 - ATUALIZADO EM 25/11/2020, 18h19
Duração de áudio: 02:26
Movimentação de eleitores no CIEP do Humaíta, 4ª zona eleitoral no Rio de Janeiro.
Foto: Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Transcrição
LOC: O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS ACONTECERÁ NESTE DOMINGO, DIA 29 DE NOVEMBRO. LOC: PARA GARANTIR A SEGURANÇA DOS ELEITORES E MESÁRIOS, O TSE REFORÇA QUE AS MEDIDAS SANITÁRIAS ADOTADAS NO PRIMEIRO TURNO CONTINUAM VALENDO. A REPORTAGEM É DE LARA KINUE TÉC: Para as eleições deste ano, o TSE precisou adotar uma série de medidas sanitárias para preservar a saúde dos eleitores, mesários e candidatos. E as regras aplicadas no primeiro turno continuam valendo para as votações do segundo turno. Está mantida, por exemplo, a obrigatoriedade do uso de máscara e a recomendação para que cada eleitor leve sua própria caneta, de cor azul ou preta, para assinar o caderno de votação. A identificação biométrica continua suspensa para evitar aglomerações e filas e para garantir o menor contato possível do eleitor com objetos ou superfícies que podem trazer riscos em relação à covid-19. O horário estendido de votação das 7 às 17 horas também foi mantido e os eleitores com mais de 60 anos terão preferência das 7 às 10 da manhã. A advogada Ana Carolina de Oliveira destacou que o cumprimento dessas regras tem papel fundamental no combate à transmissão da covid-19. (Ana Carolina) É muito importante que todos os eleitores tomem muito cuidado e sigam todas as recomendações sanitárias na hora de votar. O mundo, está passando por um momento único na nossa história e eu vejo como um momento para que todos nós possamos exercitar nossa cidadania e nossa responsabilidade social. Então quando um eleitor toma todos esses cuidados ele não está só zelando pela sua própria saúde, mas pela saúde de todos os outros eleitores. (REP) O advogado e professor de direito eleitoral, João Aragão, lembrou ainda das recomendações do TSE para as pessoas que apresentarem algum sintoma ou que tenham testado positivo para covid-19 nos 14 dias anteriores à data da eleição. (João Aragão) O eleitor deve tomar os cuidados necessários mesmo antes de sair de casa. Se ele estiver com febre ou tiver tido covid nos dias antes da votação, deve ficar em casa e justificar o seu voto. Se alguma questão sanitária o impedir de comparecer no local de votação, ele vai proceder posteriormente, pelo aplicativo, a justificativa da sua ausência. (REP) O protocolo sanitário completo, desenvolvido pelo TSE, está disponível no site: www.justiçaeleitoral.jus.br. Com supervisão de Maurício de Santi, da Rádio Senado, Lara Kinue.

Ao vivo
00:0000:00