Anuário da Educação aponta falta de infraestrutura nas escolas — Rádio Senado
Educação

Anuário da Educação aponta falta de infraestrutura nas escolas

O Anuário da Educação 2020 do Todos pela Educação aponta que o Brasil tem quase 48 milhões de estudantes. A pesquisa faz uma radiografia do setor educacional e mostra, por exemplo, que 38% das escolas de ensino médio no Brasil não tem internet para os alunos. O presidente da Comissão de Educação (CE), senador Dário Berger (MDB-SC), lamenta a falta de infraestrutura em milhares de escolas brasileiras. O vice-presidente da CE, senador Flávio Arns (Podemos-PR), lembra que ainda existem muitos desafios na área, como a universalização da educação infantil.  Mais informações com o repórter Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

14/10/2020, 12h53 - ATUALIZADO EM 14/10/2020, 13h45
Duração de áudio: 02:02
Foto: Reprodução

Transcrição
LOC: O ANUÁRIO DA EDUCAÇÃO DE 2020 APONTA QUE O BRASIL TEM QUASE QUARENTA E OITO MILHÕES DE ESTUDANTES NA EDUCAÇÃO BÁSICA. LOC: MAS MILHARES DE ESCOLAS NO BRASIL AINDA NÃO TÊM ENERGIA ELÉTRICA, BIBLIOTECA E ÁGUA POTÁVEL. MAIS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER RODRIGO RESENDE: (Repórter) O Anuário da Educação de 2020 organizado pelo “Todos pela Educação” revela que o Brasil conta com quase quarenta e oito milhões de estudantes, sendo trinta e nove milhões na rede pública. São dois milhões e duzentos mil professores, 80% deles na rede pública de ensino. Dos sete milhões e meio de estudantes do ensino médio, 26% estão fora da série que deveriam estar. A pesquisa ainda traz dados sobre a falta de infraestrutura em muitas escolas. No Ensino Médio, por exemplo, 38% das escolas não possuem internet para acesso dos alunos. O presidente da Comissão de Educação, Dário Berger, do MDB de Santa Catarina, lamenta essa falta de infraestrutura em milhares de escolas brasileiras. (Dário Berger) Por incrível que possa parecer, em pleno século XXI, ainda temos 7,5 mil escolas sem energia elétrica no Brasil; mais de 15 mil estudantes sem banheiro dentro do seu ambiente escolar; 97 mil escolas aproximadamente sem biblioteca; 47 mil escolas sem acesso à internet; e 2 milhões de estudantes brasileiros que ainda sequer têm acesso à água potável nas suas respectivas escolas. (Repórter) O vice-presidente da Comissão de Educação, senador Flávio Arns, do Podemos do Paraná, destaca que ainda existe um caminho longo para a universalização do acesso à educação no Brasil, principalmente na educação infantil. (Flávio Arns) Precisaremos criar 1,5 milhão de vagas em creches para conseguirmos cumprir a meta do Plano Nacional de Educação e na pré-escola, cujo ensino é obrigatório. Da pré-escola até o ensino médio, ainda é necessário incluir 300 mil crianças para atingirmos a universalização. (Repórter) De acordo com o Anuário da Educação, seis milhões e setecentas mil crianças entre 0 e 3 anos estão fora da escola.

Ao vivo
00:0000:00