Consumidor poderá pagar menos ao usar celular no exterior — Rádio Senado

Consumidor poderá pagar menos ao usar celular no exterior

LOC: O USUÁRIO DE CELULAR PODERÁ PAGAR MENOS AO FAZER E RECEBER LIGAÇÕES NO EXTERIOR, O CHAMADO "ROAMING INTERNACIONAL". 

LOC: O ASSUNTO FOI DISCUTIDO NESTA QUARTA-FEIRA NUMA AUDIÊNCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. A REPORTAGEM É DE ADRIANO FARIA: 

TÉC: Se você já usou o telefone celular no exterior, tomou um susto quando recebeu a conta e viu o que pagou de "roaming internacional", o serviço que permite fazer e receber ligações fora do Brasil? A Agência Nacional de Telecomunicações, Anatel, também acha o serviço caro e vai levar o assunto para debate na Conferência Mundial de Telecomunicações Internacionais, no próximo mês, em Dubai, nos Emirados Árabes. Em audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, a CCT, o representante da Anatel, Jeferson Nacif, disse que um acordo global de redução da tarifa de roaming internacional pode beneficiar, por exemplo, os brasileiros que vivem na região de fronteira. 

(NACIF) Nós temos mais ou menos dois milhões de pessoas vivendo nas fronteiras, e as pessoas estão procurando alternativas. Estão tendo chips de várias operadoras – brasileiras e bolivianas, brasileiras e paraguaias – a fim de evitar as tarifas proibitivas do roaming internacional. Mas essa não é a solução ideal. Obviamente a solução é manter o seu número brasileiro e poder transitar por esses países sem se preocupar com as tarifas altíssimas do roaming internacional. (REPÓRTER) A reunião na CCT foi para discutir a posição que o Brasil vai defender na Conferência Mundial de Telecomunicações. O senador Walter Pinheiro, do PT da Bahia, disse que assuntos como roaming internacional mais barato e um número gratuito para emergências ainda estão engatinhando, em comparação com o que já acontece na Europa. 

(W. PINHEIRO) Nós fomos inclusive por diversas vezes à Comunidade Europeia para discutir como é que eles estavam tratando a questão TV, TV Sem Fronteiras, a própria questão da eliminação do roaming, a questão da tarifação, o acesso à emergência. A Europa trabalha isso hoje de forma tranquila. O 112 é um número europeu. 


(REPÓRTER) A conferência em Dubai vai ser promovida pela União Internacional de Telecomunicações, e o objetivo é atualizar as regras do setor a serem seguidas entre países, como cobrança de taxas de telefonia e de transmissão de dados e segurança das conexões. O regulamento atual é de 1988, e as novas regras só poderão ser adotadas no Brasil se passarem pelo Congresso Nacional.
07/11/2012, 00h23 - ATUALIZADO EM 07/11/2012, 00h23
Duração de áudio: 02:15
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00