Senadores analisam pesquisa sobre pontos críticos nas estradas — Rádio Senado

Senadores analisam pesquisa sobre pontos críticos nas estradas

LOC: O SENADOR ROBERTO CAVALCANTI, DA PARAÍBA, E A SENADORA NIÚRA DEMARCHI, DE SANTA CATARINA, ANALISAM A PESQUISA SOBRE OS PONTOS CRITICOS NAS ESTRADAS BRASILEIRAS PARA A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES.

LOC: OS DADOS DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL INFORMAM QUE A MAIORIA DOS PONTOS CRÍTICOS ESTÃO NAS REGIÕES NORDESTE E SUL DO BRASIL.

A maioria dos pontos de risco de exploração sexual de crianças e adolescentes estão próximos dos perímetros urbanos. A informação faz parte do relatório da Polícia Rodoviária Federal que mapeia os pontos críticos para a exploração sexual infantil nas rodovias federais brasileiras. Pela pesquisa, a maioria dos pontos está localizada ao longo da BR 116, rodovia que atravessa o país do Ceará até o Rio Grande do Sul. A maioria dos pontos críticos está localizada na região nordeste, que registrou 545 focos, seguida pela região sul, com 399. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ao contrário do que se pensava, a exploração de crianças não acontece em lugares afastados e escuros das estradas, mas sim em pontos mais próximos às cidades, em locais onde existe iluminação, consumo de bebidas alcoólicas, uso de drogas e prostituição de adultos. Outra constatação é que nesses pontos não existe a presença dos conselhos tutelares nem de vigilância privada. O senador Roberto Cavalcanti, do PRB da Paraíba, explicou que esse fato é constatado facilmente na região nordeste, aliado também à desigualdade social, que expõe ainda mais as crianças. (Cavalcanti) Nas áreas menos densas, rurais, não ocorre com tanta intensidade. Os pais têm mais chance de saber o que está ocorrendo. Já nos grandes centros, ou por estarem distantes ou pela própria dimensão geográfica dos grandes centros, a maioria das vezes os pais não sabem onde estão os filhos. E os filhos estão se perdendo dentro desse mundo de drogas e prostituição.. (Ana) A senadora de Santa Catarina Niura Demarchi, do PSDB, lamentou a quantidade de pontos críticos na região sul. Para a senadora, o mapa serve de alerta para que o poder público avalie as ações necessárias para proteger a infância e a adolescência da exploração. (Niúra Demarchi) "É nos precisamos de fato tomar medidas que acabem com essa situação no Brasil. Nós temos que cuidar disso, e saber de fato como isso esta ocorrendo, qual é a causa dessas ocorrências, quem esta praticando essa criminalidade contra a nossa criança, que temos que mais preservar que é a vida a dignidade, e que é o sagrado que é ainda a infância e adolescência que cabe a todos nos cuidar".(Ana) Os dois senadores lembraram que o apelo turístico das regiões nordeste e sul também interfere na quantidade de locais vulneráveis. A Polícia Rodoviária Federal decidiu não publicar os locais pesquisados, uma vez que normalmente os comerciantes não estão envolvidos com o crime. Mas os dados detalhados ficarão disponíveis para os estados e municípios programarem ações de combate e prevenção à exploração sexual de menores.
08/10/2010, 03h30 - ATUALIZADO EM 08/10/2010, 03h30
Duração de áudio: 02:59
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00