Presidente Lula sanciona projeto para reconstrução da Faixa de Gaza — Rádio Senado

Presidente Lula sanciona projeto para reconstrução da Faixa de Gaza

LOC: O BRASIL PARTICIPA DO ESFORÇO INTERNACIONAL PARA A RECONSTRUÇÃO DA FAIXA DE GAZA.

LOC: O PRESIDENTE LULA SANCIONOU O PROJETO QUE CONCEDE UMA AJUDA DE 25 MILHÕES DE REAIS PARA O TERRITÓRIO PALESTINO. ESTE PROJETO FOI APROVADO NO SENADO NO INÍCIO DESTE MÊS.

O presidente Lula sancionou o projeto que concedeu 25 milhões de Reais para um Fundo, administrado pelas Nações Unidas, e que tem como objetivo a reconstrução da Faixa de Gaza, que mais uma vez este ano sofreu ataques e um bloqueio militar imposto pelo estado de Israel. A participação do Brasil faz parte de um esforço internacional, e foi motivada por uma carta escrita pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, entregue ao presidente Lula. Na carta, Abbas pediu para que o Brasil continue cooperando nas negociações para a paz no Oriente Médio. Esta ajuda foi aprovada pelo Senado no dia 6 de julho, mesma data em que o presidente da Siria, Bashar Al Assad visitava o Congresso Nacional. Na ocasião, o presidente do Senado, Jose Sarney, do PMDB do Amapá, disse acreditar que o Brasil acerta ao participar destes esforços internacionais visando à resolução dos conflitos no Oriente Medio. (JOSE SARNEY): Da nossa solidariedade no sentido que se resolva a situação do Oriente Médio no tempo de paz. O Brasil tem sido insistentemente sempre favorável às resoluções das Nações Unidas, e acompanhamos sempre com maior interesse tudo que acontece no Oriente Médio. Não tínhamos uma tradição diplomática naquela região, mas o presidente Lula venceu este espaço. (rep): A participação do Brasil no esforço também foi lembrada pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores, o senador Eduardo Azeredo do PSDB de Minas Gerais. (EDUARDO AZEREDO): Eu só acredito que nós temos que ter esta visão clara, de que o Brasil sozinho evidentemente não conseguirá. Mas se somando às outras potências, às grandes potências, o Brasil como uma potência emergente, nós podemos colaborar sim com nossa experiência para que se busque definitivamente a paz no Oriente Médio. (REP): Este dinheiro administrado pela ONU será usado para a compra de alimentos, remédios e para a reconstrução de casas dos palestinos.
22/07/2010, 03h16 - ATUALIZADO EM 22/07/2010, 03h16
Duração de áudio: 02:03
Ao vivo
00:0000:00