Escala Brasileira

Evaldo Gouveia participou de programas na Rádio Senado

57:45Evaldo Gouveia participou de programas na Rádio Senado
1ª parte
20:08
2ª parte
21:11
3ª parte
16:26

O cantor, compositor e violonista Evaldo Gouveia, que morreu na última sexta-feira (29), vítima de covid-19, concedeu algumas entrevistas para a Rádio Senado. Por duas vezes, Evaldo esteve nos estúdios da emissora para conversar com o jornalista Alcebíades Muniz, apresentador do programa Escala Brasileira. Confira aqui a entrevista de Evaldo Gouveia e da cantora Myrlla Muniz, veiculada em dezembro de 2011.

Compositor de sucesso

Evaldo Gouveia morreu em Fortaleza (CE), aos 91 anos. Natural de Orós, no interior cearense, Evaldo se mudou para Fortaleza aos 11 anos e, aos 19, já iniciava sua carreira musical, tocando em bares locais. Em 1950, formou o Trio Nagô, que se apresentou em capitais do Sul e Sudeste e abriu portas para que Evaldo se fixasse no Rio de Janeiro, a então capital do Brasil.

Autor de sucessos como Sentimental Demais, Alguém me disse, Deixe que ela se vá, Tango pra Tereza e até do samba enredo O mundo melhor de Pixinguinha, defendido pela Portela em 1974, Evaldo Gouveia teve suas composições - muitas em parceria com Jair Amorim - gravadas por Nelson Golçalves, Altemar Dutra, Gal Costa, Wilson Simonal, Ney Matogrosso, entre outros grandes nomes da música brasileira.

Ouça também a entrevista que Evaldo Gouveia concedeu à Rádio Senado em novembro de 2008.

TÓPICOS:
CE  covid-19  Música  Música Brasileira  Rio de Janeiro  Samba  Evaldo Gouveia  Coronavírus 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo