Usos proibidos

atualizado em 06/10/2015 13h25

Abaixo seguem alguns exemplos de erros na aplicação do brasão:

Não se deve rotacionar o brasão

 

As dimensões do brasão não devem ser modificadas

 

O nome “Senado Federal” está centralizado em relação ao brasão.
As assinaturas das unidades administrativas estão dipostas imediatamente abaixo

 

A caixa de texto está centralizada horizontalmente com o Brasão da República, o que
desloca o nome “Senado Federal” de sua posição correta

 

Na versão horizontal, o nome “Senado Federal” deve estar sempre centralizado horizontalmente em relação ao brasão

 

Na versão vertical, o nome “Senado Federal” deve estar sempre centralizado verticalmente em relação ao brasão

 

As assinaturas das unidades administrativas ultrapassam a altura do Brasão da República

 

Quando as assinaturas ocuparem mais de duas linhas, deve-se adotar o padrão vertical de
assinatura

 

O nome “Senado Federal” será grafado sempre em caixa alta

 

Somente o nome “Senado Federal” será grafado em caixa alta. O nome das unidades
administrativas será grafado sempre em caixa alta e baixa

 

Não são permitidas outras versões monocromáticas senão a versão exibida na página Variantes de Uso

 

Não é permitido o uso do brasão hachurado em peças gráficas e eletrônicas. Essa versão,
presente no anexo da Lei 5.700/71, é um indicativo de cores para aplicação em esculturas e gravuras, sendo impróprio o seu uso em materiais impressos ou eletrônicos.
Para esses casos, recomenda-se usar a versão simplificada do brasão

 

O uso do Brasão da República é restrito a materiais oficiais político-administrativos

Não é permitido o uso do brasão em publicidade institucional ou outros materiais com esse perfil

 

O Brasão da República é símbolo nacional e deve ser respeitado como tal.
Por isso, não é permitido sua aplicação sobre fotografias ou outros fundos irregulares que
diminuam sua visibilidade