Notícias

19/02/2020

CPMI das Fake News: Sócio da Yacows nega disparo de mensagens de forma ilícita pelo WhatsApp

Em reunião da CPMI das Fake News desta quarta (19), o depoente Lindolfo Antônio Alves Neto, sócio-proprietário da empresa YACOWS, negou práticas ilícitas no envio de mensagens por meio do WhatsApp nas eleições de 2018. Ao ser questionado por parlamentares, Lindolfo citou nomes dos candidatos e das agências que contrataram os serviços da empresa nas eleições de 2018. 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11