Seminário

Questão ambiental não pode influir no comércio, avalia Trad em evento com alemães

02:15Questão ambiental não pode influir no comércio, avalia Trad em evento com alemães

Transcrição LOC: O SENADO PROMOVEU UM SEMINÁRIO COM JURISTAS E ESPECIALISTAS EM DIREITO AMBIENTAL BRASILEIROS E ALEMÃES SOBRE COMÉRCIO INTERNACIONAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. LOC: O ENCONTRO FOI ORGANIZADO PELAS COMISSÕES DE DIREITOS HUMANOS E RELAÇÕES EXTERIORES EM PARCERIA COM A EMBAIXADA DA ALEMANHA. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA: (Repórter) O seminário reuniu especialistas brasileiros e alemães para discutir o Direito Ambiental, as mudanças climáticas e os desafios impostos para o comércio internacional. O embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, destacou os recentes protestos na Europa e afirmou que a Alemanha está sob pressão de manifestações pelo clima. (Embaixador) Um desafio imenso para o Governo do meu país, para a chanceler Angela Merkel. Nós apoiamos a proteção do clima, nós apoiamos as medidas contra a mudança climática, mas as pessoas que hoje vão para as ruas na Alemanha, na Europa, que vão protestar elas precisam também ser levadas em consideração. (Repórter) O presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, garantiu que o Congresso brasileiro está aberto para discutir o meio ambiente com seriedade, mas discorda da exploração política do tema. (Nelsinho) Não considero apropriado a utilização do tema para aplicação de condicionalidades em outras áreas como a comercial, especificamente ao acordo de livre comércio Mercosul União Europeia ou a exploração política destinada a questionar a legitimidade da Governança brasileira sobre o seu território. (Repórter) Já o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Herman Benjamin, destacou a modernidade da legislação ambiental brasileira, mas acredita haver espaço para aprimoramentos. (Herman Benjamin) O desmatador e o grande desmatador no Brasil vivem numa expectativa permanente não apenas de uma nova anistia para os crimes praticados, mas também de regularização fundiária,. Desmata, anistia e privatiza a terra pública. (Repórter) Já o presidente do STJ, João Otávio de Noronha, disse que o Judiciário sozinho não vai conseguir resolver a crise brasileira e defendeu o fortalecimento dos órgãos de fiscalização. Participaram do encontro professores alemães das universidades de Frankfurt e Friburgo, além de representantes do BMU, o Ministério do Meio Ambiente alemão, e do Tribunal Administrativo Federal da Alemanha.

As Comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e Meio Ambiente (CMA) realizaram nesta quinta-feira (28) um seminário sobre Direito Ambiental em parceria com a Embaixada da Alemanha.  O embaixador Georg Witschel disse que os protestos na Europa sobre mudanças climáticas têm sido um desafio para o governo alemão. Já o presidente da CRE, senador Nelsinho Trad (PSD-MS), afirmou que a discussão ambiental não pode servir para aplicação de condicionalidades para o comércio internacional. A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Alemanha  Comércio  Comissão de Relações Exteriores  Comissões  Direitos Humanos  Europa  Fiscalização  Judiciário  Justiça  Manifestações  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  Meio Ambiente  Mercosul  Mudanças Climáticas  Política  Professores  PSD  Regularização Fundiária  Relações Exteriores  Senador Nelsinho Trad  Superior Tribunal de Justiça  União  União Europeia  CMA  CRE  Defesa Nacional 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo