Senado aprova criação do Programa de Fortalecimento do Ensino Médio

O SENADO APROVOU A CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE FORTALECIMENTO DO ENSINO MÉDIO E ASSEGUROU RECURSOS ADICIONAIS DE UM BILHÃO E SEICENTOS MILHÕES DE REAIS PARA A EDUCAÇÃO. AS DECISÕES FAZEM PARTE DAS MEDIDAS PROVISÓRIAS 484 E 485. O Programa Especial de Fortalecimento do Ensino Médio tem como objetivos melhorar os indicadores de qualidade da educação; complementar os recursos financeiros de forma a equilibrar em todo o Brasil as oportunidades educacionais no ensino médio e também ampliar as matrículas. Onze estados vão ser beneficiados com mais dinheiro para o ensino médio. Ainda em 2010, 800 milhões de reais vão fortalecer os cofres do Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. Outros 800 milhões de reais serão destinados a todos os estados do país, como ajuda emergencial por causa da queda de arrecadação provocada pela crise econômica mundial do ano passado. Para a relatora da medida provisória, senadora Rosalba Ciarlini, do Democratas do Rio Grande do Norte, mais dinheiro para a educação é sempre bem-vindo: (ROSALBA CIRALINI): Recursos para a educação tem que ser prioridade. Educação é um caminho de transformação social. Educação é que pode transformar os nossos jovens para que eles enfrentem os desafios da vida, mais capacitados, mais preparados e o Brasil possa avançar. (MAURÍCIO): O valor previsto para o Ministério da Educação investir no ensino médio, um bilhão e seicentos milhões de reais, foi liberado por meio de uma outra medida provisória, a de número 485, também aprovada pelo Senado. AS PROPOSTAS SEGUEM PARA A SANÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA.
03/08/2010, 06h07 - ATUALIZADO EM 03/08/2010, 06h07
Duração de áudio: 01:23
Ao vivo
00:0000:00