Relator acredita que no próximo dia 8 comissão votará relatórios setoriais

02:26Relator acredita que no próximo dia 8 comissão votará relatórios setoriais

LOC: A VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO ENTRA NA SUA RETA FINAL. O RELATOR DA MATÉRIA NA COMISSÃO MISTA, SENADOR GIM ARGELO, ACREDITA QUE NO PRÓXIMO DIA 8 DE DEZEMBRO OS RELATÓRIOS SETORIAIS ESTEJAM VOTADOS. LOC: ELE ESPERA CONCLUIR A VOTAÇÃO DO ORÇAMENTO PELO CONGRESSO NACIONAL NO DIA 22 DO PRÓXIMO MÊS, ÚLTIMO DIAS DOS TRABALHOS LEGISLATIVOS EM 2010. A proposta orçamentária de 2011 recebeu ao todo dez mil e quarenta emendas. São setenta e dois bilhões de reais de despesas que os parlamentares querem destinar à Educação, Saúde e Defesa, entre outras. A previsão do relator geral do orçamento, senador Gim Argelo, do PTB do Distrito Federal, é de que no próximo dia 8 a comissão vote os dez relatórios setoriais. Só depois disso vai ser possível saber quais emendas serão atendidas. No ano passado por exemplo, os parlamentares pediram sessenta e oito bilhões de reais para essas despesas e no final foram aprovados vinte e dois bilhões e meio. Com base nos relatórios setoriais o senador Gim Argelo vai elaborar o relatório final que depois de votado pela comissão será analisado pelo Congresso Nacional. Segundo o relator geral do orçamento essa votação deverá ocorrer no dia 22 de dezembro, último dia dos trabalhos legislativos. Gim Argelo afirmou que o valor do salário mínimo deverá permanecer em 540 reais, como proposto inicialmente em seu relatório. O senador disse que não existe interesse em modificar os critérios para o aumento do piso salarial, que desde 2006 é baseado na inflação do ano anterior e no crescimento do PIB dos dois últimos anos. (Gim) O critério do aumento do salário mínimo é muito bom para os trabalhadores.Ninguém quer discutir critérios. Nem as centrais nem o governo. Por que? Porque é muito justo tanto é que o salário mínimo teve um aumento real de quase sessenta por cento. Antigamente o desejo de todo mundo era de que o salário mínimo valesse cem dólares. Hoje isso seria 180 reais. A realidade de hoje é um salário mínimo que passa de 320 dólares. Então, esse critério ninguém quer mexer. (Patrícia) Na próxima terça feira deputados e senadores da comissão de orçamento dão continuidade às reuniões com representantes de órgãos públicos cujas obras foram apontadas no relatório do TCU com indícios de graves irregularidades. Na terça feira eles ouvem representantes da Secretaria Especial de Portos e Ministério da Integração Nacional e da Infraero e Ministérios das Cidades. Na quinta feira serão ouvidos os representantes da Petrobrás e da Eletrobrás.

TÓPICOS:
Ministério da Integração Nacional  Educação  PIB  TCU  PTB  Congresso Nacional  Integração Nacional  Cidades  Inflação  Orçamento  Saúde  Salário Mínimo  Portos  Distrito Federal 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo