Agenda de Plenário

Primeiro turno da reforma da Previdência poderá ser votado na terça-feira

02:25Primeiro turno da reforma da Previdência poderá ser votado na terça-feira

Transcrição LOC: PRIMEIRO TURNO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA PODERÁ SER VOTADO NA TERÇA-FEIRA. LOC: PLENÁRIO DO SENADO DEVERÁ APRECIAR TAMBÉM INDICAÇÃO DO NOVO PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN: TÉC: Segundo a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, o relatório final da Reforma da Previdência deverá ser votado numa sessão extraordinária do colegiado na terça-feira. Ela explicou que depois de aprovadas na CCJ, as novas regras de aposentadoria poderão ser votadas no mesmo dia no Plenário do Senado. (Simone) Dentro desse processo, o calendário que muitos não acreditavam que seria mantido o calendário continua valendo. No dia 24 pela manhã, discussão e votação na Comissão, no período da tarde votação. 5 dias corridos de prazo para emenda de redação em plenário para na semana seguinte já começarmos a votação em segundo turno. 10 de outubro temos condições de entregar para o Brasil a Reforma da Previdência REP: Apesar de o relator, senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, ter rejeitado quase todas as emendas, o senador Weverton, do PDT do Maranhão, afirmou que a oposição tentará mudar o parecer. (Weverton) Então, iremos fazer esse debate. Temos muitas emendas para discutir temos muitos pontos relevantes para levar à luz para sociedade e esperamos fazer um bom combate. Na próxima terça, deveremos enfrentar o tema no Plenário. REP: Já na quarta-feira, o Plenário do Senado poderá votar a indicação do subprocurador Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República. Antes disso, no entanto, ele será submetido a uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça. O relator, senador Eduardo Braga, do MDB do Amazonas, explicou que Augusto Aras será questionado sobre diversos assuntos. (Braga) Nós vamos poder na sabatina abordar temas extremamente relevantes para o Senado e para opinião pública brasileira. A questão da independência, a questão ideológica, a questão partidária, o combate à corrupção, o combate ao crime organizado. REP: Segundo Eduardo Braga, a indicação de Augusto Aras deverá ser votada pelo Plenário do Senado ainda na quarta-feira. O cargo de procurador-geral da República está sendo ocupado interinamente por Alcides Martins, desde o dia 17, quando terminou o mandato de Raquel Dodge.

A reforma da Previdência (PEC 6/2019) poderá ser votada em primeiro turno na terça-feira (24). A presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), convocou uma sessão extraordinária no mesmo dia. Segundo Simone Tebet, a votação em segundo turno está mantida para o dia 10 de outubro. Na quarta-feira (25), a CCJ vai sabatinar o indicado para a Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras. Segundo o relator, senador Eduardo Braga (MDB-AM), o subprocurador será questionado sobre vários assuntos, incluindo a posição ideológica. As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.

TÓPICOS:
Amazonas  Aposentadoria  CCJ  Ceará  Corrupção  Justiça  Maranhão  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  MDB  Oposição  PDT  Plenário do Senado  Procuradoria-Geral da República  PSDB  Reforma da Previdência  Senador Eduardo Braga  Senador Tasso Jereissati  Senadora Simone Tebet 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo