Orçamento

Por falta de acordo, instalação da CMO é adiada para a próxima terça-feira

A instalação e eleição da Mesa Diretora da Comissão Mista de Orçamento foi adiada para a próxima terça-feira (6). O relator do Orçamento, senador Márcio Bittar (MDB-AC), disse que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, atendeu a um pedido de líderes partidários para garantir uma eleição mais harmoniosa. A reportagem é de Marcella Cunha.

29/09/2020, 13h15 - ATUALIZADO EM 29/09/2020, 15h16
Duração de áudio: 02:04
Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) realiza reunião semipresencial de instalação e eleição da Mesa.
Obs.: a instalação foi adiada para a próxima terça (6/10), às 9h. 

Participam:
deputado Arthur Lira (PP-AL);
presidente do Senado Federal, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Transcrição
LOC: ADIADA INSTALAÇÃO DA COMISSÃO MISTA DE ORÇAMENTO PARA A PRÓXIMA TERÇA-FEIRA. LÍDERES QUESTIONAM A PROPORICONALIDADE DAS BANCADAS. LOC: O RELATOR DO ORÇAMENTO AVALIA QUE O NOVO PRAZO VAI GARANTIR MAIS HARMONIA PARA OS TRABALHOS E NÃO VAI ATRAPALHAR AS VOTAÇÕES ATÉ DEZEMBRO. REPORTAGEM DE MARCELLA CUNHA (Repórter) A reunião de instalação e eleição da Comissão Mista de Orçamento foi adiada para a próxima terça-feira. O relator do Orçamento, senador Márcio Bittar, do MDB do Acre, disse que a prorrogação do prazo não vai atrapalhar a condução dos trabalhos. Apesar do pouco tempo, ele se disse confiante na votação do Orçamento até dezembro. (Márcio Bittar) A vida é assim mesmo, muitas vezes uma semana a mais, seis dias a mais, é melhor do que um entendimento ruim. Então o presidente Davi resolveu dar mais seis dias para que a gente a instale com mais harmonia. Esse é o ideal. Não é seis dias a mais que vão atrapalhar os nossos trabalhos. (Repórter) Segundo o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o adiamento atendeu a um pedido de líderes da Câmara dos Deputados, que questionam a qual partido caberiam duas vagas da comissão. Esse cálculo é feito pelo tamanho das bancadas na época da indicação, feita em abril. Uma vaga do PROS e outra do PSC estariam sendo reivindicadas pelo PP. Para Davi Alcolumbre, a revisão das vagas poderá garantir uma condução dos trabalhos mais harmoniosa e o cumprimento do acordo para a confirmação do deputado Elmar Nascimento, do Democratas da Bahia, para a presidência da CMO. (Davi Alcolumbre) Era o acordo em abril. Isso é um debate legítimo das bancadas, dos líderes, tentar colocar um número maior de liderados na comissão de orçamento. Meu compromisso foi que nesses dias eles busquem entendimento, se não tiver um acordo para a gente votar por unanimidade, presidente, relator e também o relator da LDO a gente vai para o voto. (Repórter) A CMO tem 40 titulares, sendo 10 senadores e 30 deputados, e 40 suplentes. Dentre as suas atribuições, está a análise do Orçamento, que precisará ser adaptado às perdas de arrecadação e aumento de gasto provocados pela pandemia. No projeto do governo, o salário mínimo saltará dos atuais 1.045 reais para 1.067. A estimativa do déficit calculado em abril em 84 bilhões de reais pulou para 233 bilhões de reais.

Ao vivo
00:0000:00