Queimadas

Simone Tebet pede controle ambiental para não prejudicar agronegócio

02:17Simone Tebet pede controle ambiental para não prejudicar agronegócio

Transcrição LOC: A COMISSÃO TEMPORARIA EXTERNA DO PANTANAL OUVIU EM AUDIÊNCIA PESQUISADORES, REPRESENTANTES DO IBAMA, DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL E AGROPECUARISTAS, QUE SUGERIRAM O USO DA FROTA DE AVIÕES AGRÍCOLAS NO COMBATE A INCÊNDIOS. LOC: OS SENADORES APROVARAM CONVITE AO MINISTRO DO MEIO AMBIENTE, RICARDO SALLES, PARA DISCUTIR AS QUEIMADAS NA REGIÃO. REPÓRTER BRUNO LOURENÇO. TÉC: O presidente do Ibama, Eduardo Fortunato, e representantes do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e do Ministério do Desenvolvimento Regional lembraram que a seca deste ano foi a pior em décadas. Agropecuaristas alertaram que a previsão para os próximos anos não é nada animadora e cobraram providências para tornar a prevenção e a luta contra o fogo mais eficientes. Uma medida, sugeriu o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso, Normando Corral, poderia ser o uso da frota de aviões agrícolas - que nesta época do ano fica no chão, parada. (Corral): O governo, principalmente o federal e estaduais, tem que estar preparado e constituir essa frota para que caso ocorram os incêndios, que ela possa ser disponibilizada, é e claro que tem um custo. Isso tem que ser pago pelo poder público, para que ela possa combater incêndio. Nós vimos no caso do pantanal que não tinha como chegar para fazer o combate ao incêndio de uma forma eficaz. (Repórter): Já a senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, cobrou transparência nas autuações sobre queimadas ilegais. E pediu firmeza contra crimes ambientais, para que o agronegócio como um todo não pague pelos erros de uma minoria. (Tebet): E esse crime precisa ter o rigor do Ibama, o rigor da lei, a fala dura do Presidente da República, do ministro do Meio Ambiente. Porque só assim o agronegócio - que eu represento - poderá continuar sendo o mocinho, e jamais o vilão dessa história, porque afinal de contas, com o desenvolvimento sustentável do agronegócio, cuidando de nossos mananciais, florestas, utilizando e preservando dentro da reserva legal o meio ambiente é que nós conseguimos alimentar o mundo e o Brasil. (Repórter): Os senadores aprovaram convite para ouvir o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e o diretor-geral do Serviço Florestal Brasileiro, Valdir Colatto, em uma próxima oportunidade. A comissão também aprovou pedido ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, para que ele inclua na pauta de votações projeto de lei que tem o objetivo de facilitar o emprego da aviação agrícola no combate a incêndios florestais. Da Rádio Senado, Bruno Lourenço.

A Comissão Temporária Externa do Pantanal ouviu nesta quarta-feira (30) pesquisadores, representantes do Ibama, do Ministério do Desenvolvimento Regional e agropecuaristas. O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso, Normando Corral, sugeriu o uso da frota de aviões agrícolas no combate a incêndios. Já a senadora Simone Tebet (MDB-MS) cobrou firmeza contra crimes ambientais, para que o agronegócio não pague pelos erros de uma minoria. A reportagem é de Bruno Lourenço.

PL 4629/2020

TÓPICOS:
Agricultura  Agronegócio  Davi Alcolumbre  Desenvolvimento Regional  Emprego  História  Ibama  Mato Grosso do Sul  MDB  Meio Ambiente  Pecuária  Presidente da República  Seca  Senador Davi Alcolumbre  Senadora Simone Tebet 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo