Projeto institui Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga — Rádio Senado
Projeto

Projeto institui Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga

O Brasil deve ter uma Política de Desenvolvimento Sustentável para o Semiárido Nordestino. Projeto nesse sentido (PLS 222/2016) aguarda votação na Comissão de Meio Ambiente e foi tema de debate no Plenário. O relator, Jean Paul Prates (PT-RN), destacou que houve avanços nas últimas décadas. Já o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) se disse convencido do potencial da região, mas reclamou da corrupção e da má-gestão de recursos. A reportagem é de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.

07/12/2020, 14h07 - ATUALIZADO EM 07/12/2020, 14h07
Duração de áudio: 01:47
Foto: Stockphotos/direitos reservados

Transcrição
LOC: O BRASIL DEVE TER UMA POLÍTICA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PARA O SEMIÁRIDO NORDESTINO. LOC: PROJETO NESSE SENTIDO, QUE AGUARDA VOTAÇÃO NA COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, FOI DEBATIDO NO PLENÁRIO DO SENADO. REPÓRTER BRUNO LOURENÇO. (Repórter) A criação de uma Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga já foi aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos. O senador Eduardo Girão, do Podemos do Ceará, participou do Fórum de Desenvolvimento do Semiárido e se disse convencido do potencial da região. (Eduardo Girão) A gente acredita, com tudo o que a gente percebeu durante esse período, que tenha sido por muita falta de vontade política e também por causa da chaga da corrupção. Há um potencial enorme, um povo trabalhador, honesto, de pura superação, que, pela falta de água... E hoje em dia você não tem nem desculpa, com a tecnologia que você pode trazer de outros países, de Israel. (Repórter) Jean Paul Prates, senador do PT do Rio Grande do Norte, defendeu, no entanto, várias obras e ações desenvolvidas nos últimos anos. (Jean Paul Prates) Para se dar atenção ao Semiárido, propor e realizar ações, projetos concretos, não é necessário, absolutamente, desmerecer ou tentar apagar ou mesmo reivindicar indevidamente, usurpar indevidamente – bobamente, a meu ver –, projetos realizados por outros Governos e pelos Estados. (Repórter) Jean Paul Prates é o relator na Comissão de Meio Ambiente da Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O projeto de lei estabelece princípios e diretrizes para o uso e a proteção dos recursos naturais do bioma. A proposta não prevê o repasse de novos recursos, mas o uso de fontes atuais, como o FNE, Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, além de incentivos fiscais e linhas de crédito especiais para a região. PLS 222/2016

Ao vivo
00:0000:00