Escala Brasileira

Morre aos 91 anos o cantor e compositor Evaldo Gouveia

57:42Morre aos 91 anos o cantor e compositor Evaldo Gouveia
1ª parte
17:48
2ª parte
21:21
3ª parte
18:33

Morreu na última sexta-feira (29), aos 91 anos, em Fortaleza, o cantor, compositor e violonista Evaldo Gouveia, em decorrência de covid-19.

Natural de Orós, no interior cearense, Evaldo se mudou para Fortaleza aos 11 anos e, aos 19, já iniciava sua carreira musical, tocando em bares locais. Em 1950, formou o Trio Nagô, que se apresentou em capitais do Sul e Sudeste e abriu portas para que Evaldo se fixasse no Rio de Janeiro, a então capital do Brasil.

Autor de sucessos como Sentimental Demais, Alguém me disse, Deixe que ela se vá, Tango pra Tereza e até do samba enredo O mundo melhor de Pixinguinha, defendido pela Portela em 1974, Evaldo Gouveia teve suas composições - muitas em parceria com Jair Amorim - gravadas por Nelson Golçalves, Altemar Dutra, Gal Costa, Wilson Simonal, Ney Matogrosso, entre outros grandes nomes da música brasileira.

A Rádio Senado teve a honra de receber mais de uma vez Evaldo Gouveia em seus estúdios, onde o cantor e compositor cearense concedeu entrevista para o programa Escala Brasileira. Ouça aqui a conversa dele com o jornalista Alcebíades Muniz, veiculada em novembro de 2008.

Ouça também a entrevista que Evaldo Gouveia concedeu ao lado da cantora Myrlla Muniz em dezembro de 2011. 

TÓPICOS:
covid-19  Música  Música Brasileira  Rio de Janeiro  Samba  Evaldo Gouveia  Coronavírus 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo