Homenagem

Senadores homenageiam Arolde de Oliveira

06:32Senadores homenageiam Arolde de Oliveira

Transcrição LOC: SENADORES HOMENAGEIAM AROLDE DE OLIVEIRA, QUE FALECEU NESSA QUARTA-FEIRA, AOS 83 ANOS, VÍTIMA DO NOVO CORONAVÍRUS. LOC: OS COLEGAS RESSALTARAM A ALEGRIA, O COMPROMETIMENTO COM A POLÍTICA, A GENTILEZA NO TRATO E A ATUAÇÃO PROFISSIONAL. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN TÉC: Durante a sabatina do novo ministro do Supremo Tribunal Federal, Kassio Marques, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, chegou a pedir orações pelo senador Arolde de Oliveira, do PSD do Rio de Janeiro, ao mencionar a confiança na recuperação do colega. Ao citar o estado de perplexidade com a notícia da morte, Simone Tebet destacou a vontade de Arolde de melhorar a situação do País pela política. (Simone). Foi um senador que chegou com um propósito muito claro, que ele estava ali achando que tinha que cumprir uma missão pelo país, que já tinha se aposentado, que já tinha sua vida. Mas que assim mesmo se colocou à disposição em nome de uma causa daquilo que ele acreditava. E ver uma pessoa dessa idade, ainda idealista, ainda achando que é sim através da política que nós podemos melhorar o país, dar o nosso melhor e a nossa contribuição quando poderia estar em casa no conforto do seu lar. Apesar da idade, o choque é que a alma dele era jovem. REP: Emocionado, o senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, lembrou a homenagem que fez ao colega de partido nesta quarta-feira durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça. (Nelsinho) Sempre demonstrou na sua atividade pública ser um político exemplar e prezou pela ética e pelo dinamismo e por sempre ser coerente nas suas posições. Parecia que eu estava pressentindo na qualidade de médico. Infelizmente perdeu a batalha. Rogo a Deus que dê conforto à sua família e que possa recebê-lo com as bençãos para que ele uma outra dimensão porta de lá olhar por todos nós. REP: Com a voz embargada, o senador Carlos Viana, do PSD de Minas Gerais, avalia que o entusiasmo pela política de Arolde fará falta. (Carlos) Eu percebi um homem que tinha a tranquilidade, a maturidade e a sabedoria de quem cumpriu uma trajetória vitoriosa e sincera consigo mesmo. O senador Arolde era uma pessoa tranquila, que nos passava sempre uma confiança muito grande no futuro e principalmente uma política baseada no serviço à população. REP: O senador Antonio Anastasia, do PSD de Minas Gerais, ressaltou a atuação de Arolde na vida pública. (Anastasia) O senador Arolde que eu conheci no Senado conquistou a todos nós pela sua simpatia e pela sua dedicação, pelo seu amor ao Brasil. Sempre éramos alunos do senador Arolde porque de fato com a sua experiência como militar, como engenheiro, como empresário e, sobretudo, como homem público, tantos anos de parlamentar na Câmara dos Deputados e agora no Senado. Uma irreparável, meu colega de partido, ponderado, equilibrado. E volto a dizer, sobretudo, um grande amor ao Brasil. É uma grande perda que tivemos no Senado e no PSD. Meus sentimentos à sua família, aos seus amigos e ao povo do Rio de Janeiro. REP: Revelando estar estarrecido com a notícia, o senador Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade do Amapá, afirma que Arolde de Oliveira fará falta no Senado. (Randolfe) Ele fará falta aos debates, fará falta ao Brasil e fará falta ao povo do Rio de Janeiro, que o escolheu como representante no Senado Federal. Desejo do fundo do coração que Deus console o coração dos familiares, dos amigos. E ao mesmo tempo, Arolde é mais uma vítima desta triste tragédia, que se abate sobre todos nós que é a pandemia da covid 19. REP: Ao se solidarizar com a família do colega e de todos os brasileiros que perderam entes queridos para a covid-19, o senador Flávio Arns, do Podemos do Paraná, destacou o protagonismo de Arolde no Senado. (Arns) Pessoa entusiasmada, dedicada, um grande orador, sintonizado com o debate dos grandes temas nacionais, sempre atencioso com seus colegas e uma figura assim de referência também dentro da política nacional. Desejarmos o conforto para família e também para todas as famílias do Brasil que diariamente vêm sofrendo perdas de familiares queridos e de amigos. REP: O senador Humberto Costa, do PT de Pernambuco, prestou condolências aos familiares de Arolde. (Humberto) Todos nós lamentamos profundamente o falecimento do senador Arolde de Oliveira, especialmente nas condições em que isso aconteceu, por conta dessa terrível doença, que é a covid-19. Esperamos que a família possa se sentir amparada, possa se sentir abraçada por todos aqueles que tiveram essa convivência com o senador Arolde de Oliveira. REP: O senador Eduardo Girão, do Podemos do Ceará, considera que Arolde inspirava a todos por ser um idealista. (Girão) Arolde, um homem de bem, um parlamentar exemplar, um homem de causas, de princípios e de valores cristãos muito bem definidos. Era um idealista que trazia muita luz para gente aqui, experiência, e vai continuar trazendo porque acredito que um homem do bem como ele continua próximo de nós. REP: O líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins, enalteceu a postura de Arolde no debate com a oposição. (Eduardo) Um homem muito preparado, religioso um incentivador das Artes no Brasil, e em especial a música gospel. Um homem ligado às telecomunicações, um parlamentar extremamente preparado e um conselheiro. Um verdadeiro amigo que vai deixar muita saudade pelo seu trato pela forma como sempre se colocou com muita firmeza, defendendo o governo do presidente Jair Bolsonaro, mas também sabendo conviver com aquilo que é política proporciona, que é a divergência, mas sempre com muito respeito. REP: Por meio de mensagens nas redes sociais, outros senadores lamentaram a morte de Arolde de Oliveira e se solidarizaram com a família. Da Rádio Senado, Hérica Christian.

Senadores lamentaram a morte de Arolde Oliveira, um dos parlamentares mais experientes do Senado, que faleceu nesta quarta-feira, aos 83 anos, vítima de covid-19. Saiba mais na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo